São Paulo veta saída do lateral Fabiano

O caso Fabiano está tirando do sério a diretoria do São Paulo. O lateral-esquerdo interessa ao Bétis, da Espanha, e, nos últimos dias, vem afirmando que quer se transferir para a Europa. "Atleta que fala que não quer ir para lá está mentindo." Ele chegou a dizer que é difícil manter a concentração no São Paulo e irritou a cúpula são-paulina. Clube e jogador passaram a travar uma disputa, que terá fim nos próximos dias.Os dirigentes avisaram que não pretendem liberá-lo, pois não podem mais fazer reposição - o prazo de inscrições terminou. E querem que o jogador esqueça da possibilidade de negociação. Juvenal Juvêncio, diretor de Futebol, vai chamá-lo para uma conversa e pedir a ele que se mantenha focado no São Paulo. Precavido, o presidente Marcelo Portugal Gouvêa mandou um recado ao empresário do atleta, Juan Figer. "Ele tem contrato com o São Paulo e não vamos liberá-lo. Há uma cláusula que o libera em caso de proposta do exterior no meio do ano. Mas em junho e não agora, que já acabaram as inscrições. Eles até podem negociá-lo, não será ilegal, mas imoral."Gouvêa não admite que Fabiano se desconcentre por causa da oferta do Bétis. "Se o Fabiano não mantiver a concentração e passar a jogar mal, será ruim para ele, vai sumir do mapa." Mas não é o que ocorre. Se pudesse escolher, Fabiano não enfrentaria o Vasco domingo, no Rio.Os espanhóis propuseram a Figer 1 milhão de euros pelo empréstimo de um ano e o empresário gostou. Ele tem a maior parte dos direitos. O Atlético-PR também é detentor de um percentual considerável e o São Paulo ficaria com 15% em caso de uma negociação. Só que a diretoria tricolor teme pelo futuro do time no Brasileiro, caso perca mais um jogador importante. Já deixaram o clube Kaká, Júlio Baptista e Reinaldo.Título - O time sub-17 conquistou, nesta sexta-feira, o título do Torneio Internacional Juvenil Athletic Bilbao ao bater o Athletic por 3 a 0.

Agencia Estado,

22 de agosto de 2003 | 20h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.