Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

São Paulo visita Bragantino para esquecer eliminação e mostrar 'cabeça no lugar'

Após cair na semifinal da Copa do Brasil, líder do Brasileirão quer manter o embalo

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de janeiro de 2021 | 05h01

O São Paulo se incomodou com a saída da Copa do Brasil diante do Grêmio, como ficou exposto pela irritação apresentada com a arbitragem no fim do jogo. Líder disparado do Brasileirão, a equipe volta a jogar uma semana depois daquela eliminação com a missão de mostrar que já está com a cabeça no lugar. Nesta quarta-feira, às 21h30, visita o Red Bull Bragantino, que vem sendo um rival incômodo na temporada 2020.

Disposto a manter os sete pontos de vantagem na liderança, o São Paulo terá de se sobressair diante do oponente. Já foram dois confrontos no ano e resultados nada animadores no Morumbi. Perdeu no Paulistão por 3 a 2 e no Brasileirão não foi além do 1 a 1. Agora, quer apagar essa má impressão.

Assim como na eliminação na Copa do Brasil, mais uma vez o técnico Fernando Diniz terá problemas no setor ofensivo. Luciano ainda não se recuperou da inflamação na perna esquerda e Pablo está com uma contratura muscular. Para piorar, Toró foi diagnosticado com a covid-19.

Fernando Diniz poderia simplesmente repetir a escalação que foi muito bem diante do Atlético-MG. Naquele triunfo por 3 a 0, ele usou Tchê Tchê na vaga de Luciano. O volante jogou com mais liberdade para atacar.

O problema do treinador, contudo, é a ausência de Luan, suspenso. Sem seu primeiro homem de marcação, Tchê Tchê seria a opção imediata como volante. Mas há a chance da utilização do zagueiro Diego Costa, com mais liberdade aos laterais.

Os meias Vitor Bueno e Hernanes seriam opções para formar dupla com o artilheiro Brenner, autor de 22 anos na temporada e vivendo grande fase. Reinaldo, ausente na eliminação na Copa do Brasil, está de volta.

Ganhar em Bragança se faz necessário não apenas para o São Paulo recuperar o moral, como também para evitar a aproximação de Atlético-MG e Flamengo. Apesar dos sete pontos de vantagem, os paulistas têm um jogo a mais do que os cariocas.

Adversário do São Paulo, o Bragantino terá problemas na escalação para o confronto diante do líder. Isso porque dois jogadores testaram positivo para covid-19 e são desfalques certos. Apesar de não confirmar os nomes, um deles deve ser Luan Cândido, que não foi relacionado. Além disso, há desfalques no meio-campo e no ataque.

Em comunicado à imprensa, o clube afirmou que os dois jogadores estão com sintomas leves da doença e já afastados do restante do elenco. Sem Luan, a vaga na lateral esquerda continuará com Edimar. Desde o início da pandemia, os goleiros Alex Alves e Júlio César, os meias Vitinho e Lucas Evangelista e o atacante Bruno Tubarão também contraíram a doença, mas todos estão recuperados.

No meio-campo, Lucas Evangelista foi cortado de última hora por conta de um edema na coxa esquerda. Com isso, Ricardo Ryller, que começou como titular diante do Palmeiras, na derrota por 1 a 0, deve continuar no time.

O técnico Maurício Barbieri também tem problemas no setor ofensivo. O atacante Alerrandro está com um desconforto muscular na coxa, segue em tratamento, mas é dúvida. Ele até participou do treino de segunda-feira, mas em intensidade menor do que os demais. Barbieri, aliás, volta ao banco, depois de ficar fora por suspensão e ser substituído pelo auxiliar Claudio Maldonado.

Outra baixa certa é Helinho, que pertence ao São Paulo e está impedido de jogar por conta de uma cláusula contratual. Com isso, Cuello e Bruno Tubarão brigam por uma vaga para jogar ao lado de Artur e Ytalo.

Com 31 pontos, o Bragantino inicia a rodada em 13.º lugar e busca uma vitória após duas derrotas consecutivas. 

FICHA TÉCNICA:

RED BULL BRAGANTINO x SÃO PAULO

RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Raul, Ricardo Ryller e Claudinho; Cuello (Bruno Tubarão), Artur e Ytalo. Técnico: Maurício Barbieri.

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê (Diego Costa), Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Brenner e Vitor Bueno (Hernanes). Técnico: Fernando Diniz.

ÁRBITRO - Luiz Flavio de Oliveira (Fifa/SP),

HORÁRIO - 21h30.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.