Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

São Paulo vive clima de feriadão com jogos da seleção brasileira

Eventual classificação do time de Tite para semifinal pode criar feriado prolongado

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

06 Julho 2018 | 00h00

São Paulo está em clima de feriado prolongado hoje por causa do jogo do Brasil contra a Bélgica, pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia. Algumas empresas se programaram para dispensar funcionários ou vão liberar os empregoados mais cedo. Vários serviços também tiveram horários alterados e outros não funcionam nem nesta sexta-feira nem na segunda, dia 9, por causa do feriado que celebra a Revolução Constitucionalista de 1932.

+ Lateral da seleção brasileira, Danilo sofre lesão e está fora da Copa do Mundo

+ Técnico da Bélgica elogia o Brasil: 'Sabem como ganhar uma Copa'

+ Neymar na lista: veja quem está pendurado e pode ficar fora da semifinal da Copa

E uma eventual classificação do Brasil para a semifinal da Copa pode criar um grande feriado prolongado, pois o jogo acontece às 15h da próxima terça-feira, 10, criando cinco dias de 'recesso'.

O empresário Paulo Gomieri, de 52 anos, fez aniversário no último dia 4 e, para comemorar a data, vai assistir ao jogo do Brasil contra a Bélgica com uma festa para amigos e familiares. "Vamos reunir cerca de trinta pessoas aqui em casa. Meus filhos, esposa, pais, irmãos e amigos estarão aqui para mandar boas vibrações à equipe brasileira. Vamos aproveitar essa sexta-feira, meio feriado, para comemorar o meu aniversário e assistir ao jogo do Brasil", conta. Um churrasco deve reunir o pessoal, que já está de olho numa possível próxima partida. "Se o Brasil ganhar - meu palpite é 2 a 0 - vamos emendar este feriado até terça-feira, 10, quando a equipe brasileira joga de novo e com certeza iremos assistir a partida junto com amigos novamente."

A estudante de Direito, Giovanna Domingues, de 24 anos, será dispensada nesta sexta-feira do trabalho, a partir da 13h30, para poder assistir a partida. "Eu pretendo ver o jogo com os amigos e aproveitar o feriadão prolongado." Giovanna contou ainda que a empresa onde trabalha ainda não definiu como será o esquema de terça-feira, caso o Brasil se classifique para a semifinal. Ela acredita que a empresa fará na terça o mesmo esquema de sexta.

SERVIÇOS E TRANSPORTES

Por causa do jogo, alguns serviços pela cidade terão alteração nos horários. As agências devem funcionar das 9h às 13h. Já na segunda-feira, os bancos estarão fechados. Centros comerciais devem fechar apenas no horário dos jogos. Alguns estabelecimentos, no entanto, prometem abrir as portas para transmitirem os jogos. Os hospitais e prontos-socorros municipais funcionarão o dia todo, ininterruptamente.  Também as AMAs (Assistências Médicas Ambulatoriais), que abrem de segunda a sábado, das 7h às 19h, vão funcionar normalmente nos dias de jogos.

 

Unidades do Detran, do Poupatempo e de outros serviços estaduais seguem o decreto publicado no dia 12 de junho pelo governador Márcio França e encerram as atividades ao meio-dia. Na segunda, não abrem.

Durante o jogo do Brasil, o funcionamento dos Correios será interrompido. De acordo com os Correios, cada agência segue um cronograma e, para informações sobre endereços e horário de funcionamento, é necessário verificar diretamente no site.

O rodízio municipal de veículos para placa finais 9 e zero continua em vigor nesta sexta-feira das 7h às 10h e das 17h às 20h. Já na segunda, o rodízio estará suspenso. Já a CPTM e o Metrô vão diminuir os intervalos e aumentar o número de trens nas linhas para atender a demanda dos passageiros nesta sexta. A operação dos ônibus municipais será monitorada em tempo real pela SPtrans, para dar resposta imediata ao aumento da demanda em horários fora dos períodos de pico tradicionais. Caso o Brasil passe para a fase semifinal, a SPTrans manterá este monitoramento para a partida de terça-feira, 10.

Na segunda-feira, 9, os ônibus do sistema municipal de transportes vão circular com a mesma frota operacional disponível aos domingos. A EMTU determinou reforço da frota dos ônibus metropolitanos no período das 13h às 15h, quando começa o jogo. As operações especiais ocorrerão nas linhas intermunicipais das cinco regiões metropolitanas do Estado (São Paulo, Baixada Santista, Campinas, Vale do Paraíba / Litoral Norte e Sorocaba).

RODOVIAS

Com o feriadão prolongado, as concessionárias que administram as rodovias também montaram um esquema especial. A CCR AutoBAn espera a circulação de aproximadamente 690 mil veículos no Sistema Anhanguera-Bandeirantes, entre saída e chegada à Capital, no período de quatro dias: de sexta-feira, 6, a segunda-feira, 9 de julho.

A CCR NovaDutra espera, a partir desta sexta-feira, aumento de 5% no volume de tráfego para a saída do feriado da Revolução Constitucionalista, no estado de São Paulo. Para atendimento aos usuários, a Concessionária reforçará suas equipes de atendimento no trecho Paulista; contará com papa-filas nos pedágios.

A expectativa de tráfego na CCR Viaoeste é de cerca de 511 mil veículos de sexta à segunda. Devido ao jogo do Brasil desta sexta-feira, os horários de pico foram alterados. A previsão de maior fluxo na saída do feriado é das 7h às 9h da manhã e das 12h às 15h.

No trecho oeste do Rodoanel, a expectativa de tráfego é de 796 mil veículos no feriadão.

A Ecovias espera, entre 0h de sexta às 23h59 de segunda, a passagem de 180 mil a 300 mil veículos em direção à Baixada Santista.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.