São Paulo vive dia festivo antes de encarar Ituano

Aniversário de Rogério Ceni e convocações de Richarlyson e Hernanes elevam moral do grupo no Paulistão

Giuliano Villa Nova, O Estado de S. Paulo

22 de janeiro de 2008 | 20h11

Em poucas ocasiões o São Paulo teve treino tão alegre como o desta terça-feira, no CT da Barra Funda. Afinal, foi um dia de comemorações para os são-paulinos: o goleiro e capitão Rogério Ceni fez aniversário (completou 35 anos), enquanto os volantes Richarlyson e Hernanes foram convocados pelo técnico Dunga para a seleção brasileira (disputarão o amistoso contra a Irlanda, dia 6 de fevereiro, em Dublin). Veja também: Richarlyson tem uma dinâmica grande, explica o técnico Richarlyson diz que ficou emocionado com convocação Apesar do ambiente festivo, o técnico Muricy Ramalho fez questão de conter a empolgação dos jogadores do São Paulo, já que o time tem jogo complicado contra o Ituano, nesta quarta-feira, às 21h45, no Estádio Novelli Júnior, em Itu, pela terceira rodada do Paulistão. "Não dei muitos parabéns pra eles, não", brincou o treinador. "Amanhã (quarta-feira) eles têm de esquecer a seleção e pensar só no Ituano." A dupla de volantes do São Paulo brilhou na conquista do título brasileiro de 2007, quando acabaram eleitos os melhores jogadores da posição no campeonato. Nesta terça-feira, na festa pela convocação, Richarlyson e Hernanes trataram de agradecer a importante participação de Muricy em suas carreiras. "Ele brigou pela minha permanência e para que eu fosse escalado na minha verdadeira posição", lembrou Hernanes, que tem 22 anos e boas chances de defender a seleção olímpica nos Jogos de Pequim, em agosto. "Este é meu maior objetivo. Dei o primeiro passo, mas o caminho é longo." "Devemos muito ao Muricy, que acreditou no nosso trabalho quando o time perdeu o Mineiro e o Josué", comentou Richarlyson, ao falar sobre a saída dos então volantes do São Paulo no ano passado. Outra boa notícia para os são-paulinos nesta terça-feira foi a eleição de Muricy Ramalho como o 14º melhor técnico de clubes de futebol do mundo em 2007, em pleito organizado pela IFFHS (Federação Internacional de História e Estatística do Futebol). "É muito difícil os europeus reconhecerem os méritos de um técnico sul-americano", opinou o comandante do São Paulo. Inteligência Ituano Marcelo; Márcio Alemão, Anderson Lima e Lino; Peter, Almir, Serginho, Éder e Vinicius Reche; Alex Afonso e LuísTécnico: PintadoSão PauloRogério Ceni; Joilson, André Dias, Miranda e Richarlyson; Fábio Santos, Hernanes, Jorge Wagner e Borges; Dagoberto e AdrianoTécnico: Muricy RamalhoÁrbitro: Marcelo RogérioEstádio: Novelli JúniorHorário: 21h45TV: Globo e Band Mas Muricy não estava muito preocupado com a premiação ou qualquer outra festa nesta terça-feira. Depois de duas vitórias no Paulistão, o técnico espera que seu time consiga manter o aproveitamento 100% nesta quarta, diante do Ituano. Muricy prevê que a dimensão do gramado do Estádio Novelli Júnior será o maior problema para o São Paulo no jogo contra o Ituano. "Num campo reduzido e prejudicado pelas chuvas, é preciso ter inteligência para jogar", alertou o treinador, que fez treino de posicionamento nesta terça-feira, fechado para a imprensa.  "Contra o Rio Preto (vitória por 1 a 0 no último domingo, no Morumbi), melhoramos no segundo tempo porque nos agrupamos mais", analisou Muricy, que confirmou a volta do volante Richarlyson ao time titular após cumprir suspensão.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCItuanoPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.