Tony O'Brien/Reuters
Tony O'Brien/Reuters

Sarri não se preocupa com risco de sair no Chelsea: 'Já penso na pré-temporada'

"O problema é os resultados dos jogos. O resto não é importante neste momento", afirmou o treinador

Redação, Estadão Conteúdo

06 de março de 2019 | 16h05

Ameaçado de demissão logo em seu primeiro ano no comando do Chelsea, por conta da instabilidade do time durante a temporada, o técnico italiano Maurizio Sarri afirmou nesta quarta-feira não se importar com qualquer risco de deixar o clube. Sua preocupação é com o desempenho do time em campo na luta pelo título da Liga Europa e por uma vaga na Liga dos Campeões através do Campeonato Inglês. E revelou ainda que até já planeja a próxima pré-temporada.

"(Especulação) não é um grande problema, o problema é os resultados (dos jogos). O resto não é importante neste momento. Estou confiante e quero pensar apenas nas nossas performances e nos nossos resultados. Quero vencer para o time, não para mim", disse Sarri, em entrevista coletiva antes do duelo contra o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, nesta quinta-feira, em Londres, pela rodada de ida das oitavas de final da Liga Europa.

"Nós (Sarri e a diretoria do Chelsea) já estamos conversando sobre o programa da próxima pré-temporada. Estamos tentando organizar o melhor para a próxima pré-temporada", completou o técnico italiano, contratado em junho passado depois de comandar o Napoli por três anos.

Vencer a Liga Europa dá direito a uma vaga direta na fase de grupos da Liga dos Campeões. O técnico do Chelsea afirmou que o título é importante, mas crê que a classificação à principal competição de clubes do continente pode vir pelo Campeonato Inglês - os quatro primeiros colocados se garantem. Com um jogo a menos, o time de Londres está em sexto lugar com 56 pontos, apenas dois atrás do Manchester United (quarto) e um do Arsenal (quinto).

"Penso que podemos garantir uma vaga na Liga dos Campeões através da 'Premier League' (Campeonato Inglês). Estamos lutando para isso. Mas a Liga Europa é uma competição importante, a segunda de maior importância na Europa. É um troféu muito importante, um desafio para nós", comentou Sarri.

Mais conteúdo sobre:
ChelseafutebolMaurizio Sarri

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.