Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Sasha admite problemas no Santos: 'Da forma como está, não vamos a lugar nenhum'

Atacante critica atuação da equipe e cobra melhorias urgentes após derrota para o Corinthians, pelo Campeonato Paulista

Redação, Estadão Conteúdo

02 de fevereiro de 2020 | 14h20

O atacante Eduardo Sasha criticou a postura do Santos na derrota para o Corinthians por 2 a 0, neste domingo, na arena do clube rival, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. No clássico, o Santos fez a sua pior apresentação na competição, mesmo atuando todo o segundo tempo com um jogador a mais, depois que Janderson foi expulso logo a um minuto, na comemoração do segundo gol da sua equipe.

Lento, previsível e sem força ofensiva, o time da Vila Belmiro não criou uma única chance de perigo para o goleiro Cássio em todo o confronto. "Não fomos bem. Temos que assimilar as mudanças o mais rápido possível, porque dá forma que está, não vamos chegar a lugar nenhum", disse o atacante, um dos destaques do time vice-campeão brasileiro, sob o comando de Jorge Sampaoli.

Sasha fez questão de ressaltar os problemas ofensivos enfrentados pelo Santos em Itaquera, e procurou isentar as falhas do setor defensivo, que sofreu dois gols logo no primeiro minuto de cada tempo.

"(O problema) não é só a defesa. Quando não funciona, não funciona tudo. Não estamos conseguindo segurar a bola lá na frente. A bola também não está chegando, falta aproximação, avançar um pouco mais a marcação para não sobrecarregar atrás", completou.

O zagueiro Luan Peres lamentou a desatenção do setor defensivo e o gol sofrido logo a um minuto de partida. "Começamos desligados, tomar um gol com um minuto é complicado, tem que entrar em campo ligado. Depois do sofrer o gol acertamos a marcação, crescemos no jogo, mas não criamos chances de gols", lamentou.

O goleiro Everton procurou minimizar a atuação santista no clássico e lembrou do pouco tempo de trabalho dos jogadores sob o comando de Jesualdo Ferreira. "A derrota nunca é boa, principalmente em um clássico. Mas o campeonato está apenas comando, é a quarta rodada. Agora teremos uma semana para treinar e aprimorar".

Sem jogos durante a semana, o Santos retorna a campo no dia 10, para receber o Botafogo de Ribeirão Preto, às 20 horas, na Vila Belmiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.