Ivan Storti/Santos
Ivan Storti/Santos

Sasha é única peça do setor ofensivo santista a escapar do rodízio no Brasileirão

Atacante ganha confiança de Jorge Sampaoli com boas atuações e gols

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

09 de maio de 2019 | 09h00

No rodízio nas escalações implementado por Jorge Sampaoli no Santos desde o início do seu trabalho no clube, em janeiro, um nome tem, até agora, passado incólume no setor ofensivo no começo do Campeonato Brasileiro: Eduardo Sasha. Ele é o único jogador do ataque que foi titular nos três jogos do time na competição.

O atacante, que até então vinha recebendo poucas oportunidades com Sampaoli, parece ter se tornado a opção prioritária do treinador para o comando do ataque, a função de centroavante, considerada a mais carente do elenco pelo treinador. E tem correspondido com gols, tanto que fez dois, nos duelos contra Grêmio e Fluminense, só passando em branco no empate por 0 a 0 com o CSA, no último domingo. Curiosamente, disputou outros dez jogos por Copa do Brasil e Campeonato Paulista, sem marcar sequer um gol.

Além de Sasha, apenas outros cinco jogadores foram titulares em todos os três compromissos do Santos no Brasileirão: o goleiro Vanderlei, o volante Diego Pituca e os zagueiros Felipe Aguilar, Lucas Veríssimo e Gustavo Henrique. Esses último, aliás, foram favorecidos pelo modelo tático que tem sido adotado por Sampaoli neste início do Brasileirão, com três defensores.

O Santos voltará a jogar no domingo, quando receberá o Vasco, no Pacaembu, pela quarta rodada do Brasileirão. Como os times se enfrentaram recentemente pela Copa do Brasil - a equipe paulista avançou ao vencer por 2 a 0 na Vila Belmiro e perder por 2 a 1 em São Januário - é provável que Sampaoli faça novas mudanças na formação para surpreender o adversário.

"Cada jogo é uma história, e domingo será mais uma partida bem difícil para nós. Temos que ver o que erramos nos dois jogos contra eles para arrumar e sair de campo com os três pontos. Contamos com o apoio da torcida no Pacaembu para buscar a vitória", afirmou Sasha, ao site oficial do Santos.

Vanderlei e o trio de zagueiros devem começar jogando, assim como Victor Ferraz e Jorge devem ocupar as laterais. Sasha também tende a ser titular novamente, enquanto Carlos Sánchez e Jean Mota, poupados contra o CSA e com status de titular, também devem jogar no Pacaembu.

Caso isso se confirme, Pituca e Alison, com favoritismo para o primeiro, disputariam uma vaga no setor de contenção. E Soteldo, Rodrygo e Derlis González brigariam para serem os dois pontas diante do Vasco.

Com sete pontos, o Santos ocupa o quarto lugar no Brasileirão e tentará subir na classificação. Para isso, poderá ser favorecido pelo confronto entre os dois primeiros colocados - Atlético-MG (9) e Palmeiras (7), no Mineirão - e pelo fato do terceiro São Paulo (7) atuar como visitante contra o Fortaleza.

"A gente esperava esse bom início pelo trabalho ótimo que está sendo feito durante o ano. Mas também sabíamos que não seria fácil, já que eram dois jogos fora de casa em três rodadas. Tenho certeza que ter conseguido esses resultados agora será muito importante para nós lá na frente", afirmou o camisa 27, pronto para, de novo, ser titular do setor ofensivo do Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.