Ricardo Duarte/ SC Internacional
Ricardo Duarte/ SC Internacional

Sasha responde provocação de Luan: 'Pior que não saber perder é não saber ganhar'

Atacante do Inter devolve gozação do rival gremista

Estadão Conteúdo

30 Novembro 2017 | 16h02

A conquista da Libertadores pelo Grêmio na última quarta-feira promete acirrar ainda mais a rivalidade com o Internacional. Isso porque os jogadores tricolores não se furtaram a provocar intensamente o rival após vencerem o Lanús por 2 a 1, na Argentina, e levantarem o troféu da competição pela terceira vez na história do clube.

+ Luan provoca Sasha, do Inter, em comemoração do título da Libertadores

Em especial  para o atacante Eduardo Sasha, xingado diretamente por Luan, autor do segundo gol gremista e eleito o melhor jogador da Libertadores. "Papai voltou e está aqui. Papai é campeão da América. Grêmio campeão. E o Sasha é c.... Continua um c...!", declarou o jogador tricolor.

A resposta do atacante colorado veio nesta quinta-feira através das redes sociais. Sasha ironizou Luan em sua página no Instagram e cravou: "Pior que não saber perder é não saber ganhar".

"Sobre a declaração de ontem? Só posso ter pegado alguma namoradinha dele. O cara não me esquece", escreveu. "Vou mandar fazer um quadro e entregar para ele. Aí, quando lembrar de mim, é só olhar a foto."

Apesar de provocar o rival, Sasha adotou tom mais sério ao criticar a atitude do gremista. "O lamentável disso tudo é que jamais desrespeitei alguém e não irei fazer isso, porque não preciso me rebaixar a este nível de pessoa. Aproveita teu momento sem pensar em mim."

A declaração de Luan foi uma resposta a uma antiga provocação de Sasha. Na decisão do Campeonato Gaúcho de 2016, diante do Juventude, quando o Inter ganhou seu sexto título consecutivo da competição, o atacante colorado simulou uma dança de valsa na comemoração, ironizando os 15 anos sem títulos nacionais ou internacionais do Grêmio na ocasião.

Como era de se esperar, os gremistas nunca esqueceram a atitude e foram à forra após a conquista da Libertadores. Nas arquibancadas da Arena, nesta quinta, a torcida entoou a frase de Luan e cantou: "Não é mole não, o Grêmio é tri e o Sasha é c...".

A provocação gremista ao Inter também ganhou a voz de outros jogadores. O lateral Edílson postou vídeo nas redes sociais no qual o elenco, ainda no vestiário após a vitória sobre o Lanús, cantava: "Um minuto de silêncio para o Inter, que está morto".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.