Erico Leonan/São Paulo
Erico Leonan/São Paulo

Satisfeito com criação, Diniz tenta melhorar pontaria do São Paulo

São Paulo tem a melhor defesa do Brasileirão, mas o pior ataque entre os dez primeiros colocados da tabela

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2019 | 04h30

Com 27 gols marcados no Campeonato Brasileiro, o São Paulo tem o pior ataque entre os dez primeiros colocados. A falta de pontaria da equipe tem preocupado o técnico Fernando Diniz, que, por outro lado, está feliz com a criação das jogadas.

Fernando Diniz aproveita a semana cheia de treinamentos para focar em atividades de finalizações. Nos seis jogos sob o comando do técnico, o São Paulo marcou cinco vezes.

No último domingo, após a vitória por 1 a 0 sobre o Avaí, no Morumbi, o treinador já havia destacado o "problema de concluir em gol". Fernando Diniz afirmou que "a criação ofensiva agradou, mas faltou efetividade".

Nos seis jogos, são três vitórias (1 a 0 sobre Avaí e Corinthians e 2 a 1 sobre o Fortaleza), dois empates sem gols com Bahia e Flamengo, além da derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro. Embora marque poucas vezes, o São Paulo ao menos ostenta a melhor defesa do Brasileirão, com 17 gols sofridos.

Em quarto lugar, com 46 pontos, o São Paulo enfrenta o Atlético-MG neste domingo, às 16h, no Morumbi. Uma provável escalação da equipe para a partida tem: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê; Liziero, Igor Gomes (Hernanes), Vitor Bueno (Hernanes) e Antony; Pato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.