Arquivo/AE
Arquivo/AE

Satisfeito, Mano elogia Defederico e exalta triunfo

Treinador afirma que o Corinthians mostrou muita vontade para superar o Vitória por 1 a 0 em Salvador

Agencia Estado

29 de outubro de 2009 | 00h51

Após criticar duramente o time nas últimas rodadas, Mano Menezes deixou o Barradão na noite desta quarta-feira sorrindo. A vitória de 1 a 0 sobre o Vitória acabou com uma série de duas derrotas seguidas e deu uma nova opção tática ao treinador: Defederico como ponta, na vaga de Dentinho, que ficou no banco.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Vitória 0x1 Corinthians

tabela SIMULADOR - Veja quem pode ser o campeão

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabelaClassificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"A equipe fez uma boa partida, como há tempos não via. Mostrou muita vontade e isso já é uma evolução. Só não gostei um pouco da segunda parte, mas não dá para querer tudo também", avaliou o técnico.

A opção por Defederico, a princípio, foi por causa de um incômodo que Dentinho sente na coxa direita. Mas faz tempo que o treinador quer testar o argentino como ponta e deu certo. O atacante marcou seu primeiro gol com a camisa corintiana.

"Com o Defederico o time armou mais. Estávamos em falta com isso", disse Mano. O jogador estava vibrante. Foi sua sétima partida com a camisa do Corinthians e ele já ouviu algumas críticas depois do jogo de domingo passado, na derrota de 1 a 0 para o Cruzeiro.

"Estou feliz demais. Mostra que o trabalho que está sendo feito comigo está dando resultado", comentou Defederico. Ele se referiu ao processo de fortalecimento muscular pelo qual passa. Quando chegou do Huracán, há dois meses, pesava 63 quilos. Já ganhou três, o que para Mano é fundamental para o jogador ter sucesso no futebol brasileiro.

"Na Argentina, eles focam somente a parte técnica na base e ignoram a parte física. Principalmente em times menores, como o Huracán. E para ter sucesso o Defederico vai precisar ganhar massa muscular", explicou Mano.

Ronaldo teve uma atuação apagada. Mano, porém, absolveu o atacante. "Se espera sempre muito dele, principalmente do público de fora de São Paulo quando ele viaja. Mas não dá para jogar bem sempre", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.