Divulgação
Divulgação

Sauber promete lutar na Justiça para manter Nasr e Ericsson

Piloto holandês move ação para exigir vaga na escuderia suíça

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

05 Março 2015 | 21h08

A Sauber garantiu nesta quinta-feira que vai fazer de tudo para manter a dupla Felipe Nasr e Marcus Ericsson para a estreia na temporada 2015 da Fórmula 1, na Austrália, no dia 15 de março. A equipe confirmou que na próxima segunda-feira terá uma audiência em Melbourne para se defender da ação protocolada por Giedo van der Garde, em que o holandês exige ser um dos pilotos da escuderia suíça.

No comunicado distribuído pela equipe, a chefe da Sauber, a indiana Monisha Kaltenborn, preferiu não dar detalhes do procedimento, mas garantiu que tentará manter a dupla de pilotos. "Vamos tomar todos os passos necessários para proteger nossa empresa, nossa equipe e nossos interesses", disse. "Temos que estar focados para caminhar e garantir os melhores resultados para os nossos fãs", completou.

A Sauber confirmou ainda que o holandês acionou a Justiça da Austrália, local da primeira prova do campeonato, ao acusar a equipe por não lhe garantir o posto de piloto titular para 2015. Segundo a imprensa australiana, van der Garde tinha um contrato que previa a participação na temporada, mas no fim do ano ele acabou preterido.

A atual dupla da equipe é o sueco Ericsson e o brasileiro Nasr, que se prepara para estrear na categoria. Garde foi piloto de testes em 2014, enquanto os titulares eram  o mexicano Esteban Gutiérrez e o alemão Adrian Sutil. 

Mais conteúdo sobre:
velocidade Fórmula 1 Sauber Felipe Nasr

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.