Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

SBT lança reality show para escolher novo craque do futebol brasileiro

Programa terá no comando os ex-jogadores Paulo Sérgio, Edmílson e Zetti

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

18 de março de 2013 | 12h55

SÃO PAULO - A busca por um novo talento no futebol brasileiro será o tema do reality show "Menino de Ouro", que estreia no próximo domingo no SBT. O programa irá ao ar às 10h da manhã e terá no comando os ex-jogadores Paulo Sérgio, Edmílson e Zetti, além da apresentadora Karina Bacchi. Eles vão treinar, avaliar e selecionar entre garotos de 13 a 15 anos quem mais tem potencial, independente da posição. O vencedor vai ter a chance de integrar por seis meses a categoria de base de Corinthians, Palmeiras ou São Paulo.

O lançamento do programa foi nesta segunda-feira, em um evento no estádio do Pacaembu. Cerca de 13 mil meninos se inscreveram para participar e 600 foram pré-selecionados. No primeiro programa os técnicos Edmílson e Zetti escolheram os 22 que efetivamente vão fazer parte da atração. Todas as semanas, após as atividades, cada treinador vai indicar um atleta do time que está comandando que teve a atuação abaixo da média. O apresentador Paulo Sérgio aponta um terceiro nome. O trio vai para uma prova de repescagem chamada "Na marca do Pênalti". Quem perder será eliminado do programa, mas continua fazendo parte dos treinamentos.

"Como ja fui técnico, trabalhei com muitos garotos e procuro quem sabe dominar a bola, chutar e guardar o posicionamento. Na idade em que eles estão, a gente ainda consegue analisar e ver que pode se desenvolver em outra posição", explicou o ex-goleiro Zetti. "Vou analisar não só dentro de campo, mas também o comportamento fora, porque é preciso tudo caminhar paralelamente", disse Edmilson, zagueiro campeão mundial pela seleção em 2002.

Todo o processo será acompanhado também pelos familiares e convidados, como jogadores e outros técnicos. A produção do programa afirmou que nos 12 episódios vai ter a preocupação de retratar a história de vida dos garotos. "Percebemos que todos estão se superando, mesmo os eliminados se motivam cada vez mais. Tenho certeza que todos esses jovens vão ter chances em grandes clubes se mantiverem a performance", contou o ex-atacante Paulo Sérgio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.