AFP
AFP

Scaloni vê Argentina em busca de melhorar a imagem, mas diz que foco é Copa América

Técnico garante não sentir a pressão após derrota para a Venezuela

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2019 | 18h57

O técnico Lionel Scaloni admitiu nesta segunda-feira, em Tânger, no Marrocos, estar ciente de que a seleção da Argentina "deve melhorar a sua imagem" após a derrota por 3 a 1 diante da Venezuela. O péssimo resultado obtido no amistoso da última sexta-feira, em Madri, foi o principal assunto nesta segunda, na véspera do jogo contra Marrocos.

"Um jogo não muda a perspectiva", disse o treinador, antes de especificar que continuará sendo seu foco a Copa América a ser disputada no Brasil entre os dias 14 de junho e 7 de julho. Scaloni defendeu os seus jogadores e afirmou que pode fazer testes com jogadores jovens como Acuña, Montiel e Paredes. O treinador não se abalou com as fortes críticas após a derrota frente aos venezuelanos. "O treinador está sempre em avaliação".

O técnico também comentou o retorno de Lionel Messi à seleção e reconheceu que talvez não tenha sido o melhor momento. "O certo seria Messi retornar a uma seleção consolidada e bem armada. Nós achamos que poderia ser o melhor momento, mas não correu bem e temos tempo para corrigir", afirmou.

Quanto ao jogo desta terça-feira, o treinador fez elogios ao time marroquino, principalmente pela atuação na Copa do Mundo da Rússia. "Trata-se de um jogo muito, muito difícil. Para nós é um bom teste, o último antes da Copa América". No Mundial, Marrocos perdeu para Irã e Portugal (ambos por 1 a 0) e empatou com a Espanha (2 a 2).

Insatisfeita com a notícia de que Messi não vai jogar o amistoso, a Federação Real Marroquina de Futebol (FRMF, na sigla em francês) pediu explicações quanto à ausência do craque. A entidade emitiu no domingo um comunicado em que recorda que o contrato para a celebração do jogo prevê "a presença da equipe A da Argentina".

De acordo com breve comunicado na página da Associação de Futebol Argentino (AFA, na sigla em espanhol) no Twitter, Messi sentiu dores no púbis durante a derrota por 3 a 1 para a Venezuela. Até para não agravar o problema, o craque foi vetado do duelo e já retornou a Barcelona.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.