Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Scarpa melhora o rendimento do Palmeiras, mas lamenta: 'Não foi suficiente'

Equipe de Luxemburgo perdeu para o Botafogo por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Engenhão

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de outubro de 2020 | 00h57

Vanderlei Luxemburgo não teme mudar o Palmeiras quando o desempenho não é o que espera. E diante do Botafogo, a entrada de Gustavo Scarpa fez o time melhorar muito no Engenhão. Mas o meia lamentou que o empate, ao menos, não veio, com o time sendo derrotado por 2 a 1, na noite de quarta-feira, no Engenhão

"A gente errou algumas finalizações, e o Diego (Cavalieri) foi muito feliz na cobrança de pênalti do William. Ele havia marcado um gol e nós achamos que a partida mudaria, mas infelizmente não aconteceu", disse. 

Sem modéstia, Scarpa admite que sua entrada fez o Palmeiras "acordar" no jogo. E até merecia um resultado melhor. "Apesar da melhora depois da minha entrada, não foi o suficiente", conformou-se Scarpa, que para ajudar o Palmeiras, se coloca à disposição para jogar em qualquer posição. 

Ele é meia de origem, mas promete ajudar como lateral ou mesmo volante. "Independentemente da posição que o professor me escalar, vou dar o meu melhor", garantiu. Scarpa vem sendo apenas opção na reserva. Contudo, quando entra, a equipe vem melhorando.

Scarpa espera ganhar uma chance como titular, que pode vir no sábado, quando o Palmeiras recebe o São Paulo, no Allianz Parque, e Luxemburgo pode mexer no setor de criação, algo corriqueira na busca do "time ideal".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.