Schalke joga fora liderança do Campeonato Alemão

Descuidado, o Schalke 04 vencia por trêsgols, mas terminou tendo de se conformar com um empate em 3 x 3diante do Borussia Dortmund após um final emocionante do jogoda rodada deste sábado do Campeonato Alemão. O Schalke, que teve dois jogadores expulsos em meio arecuperação do Borussia, perdeu a liderança do campeonato jáque o Hamburgo também teve de se recuperar em sua partida econquistou uma bela vitória por 3 x 2 sobre o BayerLeverkussen. O Bayern de Munique mais uma vez não encontrou dificuldadese, com dois gols do atacante italiano Luca Toni, chegou àsegunda vitória consecutiva ao bater o Cologne por 3 x 0. LukasPodolski fez o terceiro gol, contra seu antigo time. Com quatro jogos disputados, o Hamburgo lidera com dezpontos, seguido pelo Bayern, Schalke e Dortmund, todos comoito. Em um dia com jogos de grandes jogadas de ataque, o lugarpara se estar era Westfalenstadion, o estádio do Dortmund, onde80 mil torcedores incentivaram o time a conquistar um empateque eles comemoraram mais do que qualquer vitória. O Schalke abriu o placar quando o árbitro deu um pênalti deNeven Subotic por ter colocado a mão na bola na área. Oatacante peruano Jefferson Farfan converteu e marcou o primeirogol em sua estréia. O brasileiro Rafinha fez o segundo do Schalke em jogadapela direita e Heiko Westermann marcou o terceiro fazendo 3 x 0aos nove minutos do segundo tempo. ESPERANÇA LOCAL O Dortmund voltou a ter esperança quando Subotic se redimiudo erro na defesa e marcou de cabeça aos 22. Então, Alex Frei chutou de longe e fez 3 x 2 e o Schalkepiorou a própria situação quando Christian Pander recebeu osegundo cartão amarelo e Fabian Ernst também foi expulso quatrominutos depois por uma entrada horrorosa. Ainda havia três minutos de jogo e o Schalke provavelmenteteria segurado a vantagem, mas por causa de uma difícil decisãode mão na bola Frei teve um pênalti a seu favor e nãodesperdiçou, decretando o empate do Dortmund faltando apenas umminuto para o final da partida. Foi um final de jogo desesperador para o goleiro doSchalke, Ralf Faehrmann, que fazia sua estréia pelo time comapenas 19 anos. Com o resultado, o Hamburgo tirou o melhor de sua vitóriapor 3 x 2 sobre o Leverkusen, que tinha uma vantagem de 2 x 0graças aos gols de Tranquillo Barnetta e Patrick Helmes. O gol de cabeça de Paolo Guerrero reduziu a vantagem e oHamburgo estava de volta ao jogo, quando o Leverkusen teveManuel Friedrich expulso cinco minutos antes do intervalo. Ivica Olic fez o gol de empate no início do segundo tempo eMladen Petric virou a partida, colocando o Hamburgo no topo databela aos 27 minutos. "Diminuir a vantagem antes do intervalo foi a chave", disseMartin Jol, técnico do Hamburgo. "Eu sabia que seria possível,então."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.