Schalke volta a vencer, vira líder e pressiona o Bayern

O Schalke 04 fez a sua parte neste sábado para pressionar o Bayern de Munique, que entrará em campo precisando ao menos de um empate para voltar à liderança do Campeonato Alemão. Em casa, na cidade de Gelsenkirchen, o time venceu o Borussia Mönchengladbach por 3 a 1 e assumiu provisoriamente a ponta da tabela. A vitória veio após duas derrotas consecutivas.

AE, Agência Estado

17 de abril de 2010 | 13h31

O resultado conquistado pela 31.ª rodada fez o Schalke ir a 61 pontos, um a mais que o Bayern. Ainda neste sábado, o time de Munique recebe o vice-lanterna Hannover. Além da vitória, a equipe de Gelsenkirchen também pôde comemorar a derrota por 2 a 1 do Bayer Leverkusen para o Stuttgart, que contou com dois gols do brasileiro Cacau. O revés deixou o Bayer com 54 pontos, longe da briga pelo título.

Para voltar a vencer, o Schalke precisou superar um Borussia valente. Mesmo após o croata Rakitic abrir o placar para os anfiriões, aos oito minutos, com um belo chute de fora da área, o time visitante não se abateu e empatou pouco tempo depois. Aos 16, o argentino Bobadilla fez um gol de raça. Ele aproveitou o chutão para a frente, ganhou da defesa e ainda venceu a disputa com o goleiro antes de marcar.

Mas o Schalke conseguiria o empate ainda no primeiro tempo, freando a reação do time de Mönchengladbach. Nos acréscimos, o brasileiro naturalizado alemão Kuranyi cabeceou a cobrança de escanteio, o goleiro deu rebote e o peruano Farfán não desperdiçou. O terceiro gol dos anfitriões viria logo no início da segunda etapa, em pênalti convertido por Rakitic, que marcou o seu segundo na partida.

Nos outros jogos deste sábado, o destaque ficou para a vitória surpreendente do Werder Bremen, que foi a 54 pontos e assumiu a terceira posição, na zona de classificação para a Liga dos Campeões. Fora de casa, a equipe venceu o atual campeão Wolfsburg por 4 a 2, de virada. O brasileiro Grafite marcou o segundo gol do time anfitrião.

Também pela 31.ª rodada do Alemão, o Freiburg venceu o confronto direto contra o rebaixamento diante do Nuremberg por 2 a 1, respirando na luta para fugir da segunda divisão. Já o Hamburgo foi derrotado por 1 a 0 para o Mainz, em casa, e perdeu a chance de se aproximar da zona de classificação à Liga Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.