Schweinsteiger fica até 2012, diz presidente do Bayern

Apesar das diversas especulações envolvendo o futuro do meia Schweinsteiger, o presidente do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, desmentiu os boatos de uma possível transferência do jogador em janeiro e garantiu que ele fica no clube até, no mínimo, 2012.

AE, Agência Estado

22 de novembro de 2010 | 14h40

"Ele não irá antes de 2012. É um de nossos jogadores mais importantes, se não o mais importante", declarou o dirigente, lembrando que o contrato do meia encerra-se somente no dia 30 de junho de 2012.

Recentemente, a possibilidade de Schweinsteiger ser negociado foi levantada pelo próprio treinador do Bayern, Louis van Gaal. Na imprensa europeia, cogita-se um suposto interesse de Inter de Milão, Real Madrid e Manchester United pelo jogador.

Schweinsteiger foi um dos grandes destaques da Alemanha na Copa do Mundo de 2010, onde a seleção alemã terminou com a terceira colocação e eliminou potências como Inglaterra e Argentina, antes de cair diante da Espanha na semifinal e superar o Uruguai na disputa pelo terceiro lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.