Scolari: chances aos ?esquecidos?

No dia seguinte à conquista do 15º título de sua carreira como treinador - igualando o recorde de Telê Santana - e do primeiro no comando do Cruzeiro, clube ao qual chegou há oito meses, o técnico Luiz Felipe Scolari retormou nesta tarde os treinamentos com a equipe, visando ao jogo do fim de semana contra o Rio Branco, pelo Campeonato Mineiro. Ainda comemorando a Copa Sul-Minas e a vitória de 3 a 0 sobre o Coritiba, no Mineirão, Scolari prometeu dar chance na partida de sábado aos "esquecidos" - atletas que não tiveram muitas oportunidades até o momento.O treinador não poderá contar com o lateral argentino Sorín, que embarcou para Buenos Aires, onde se apresenta à seleção de seu país, e com os meias Cléber Monteiro e Marcus Vinícius, suspensos. Além disso, deverá poupar, diante do Rio Branco, no estádio Independência, o volante Ricardinho e o atacante Oséas. Desta forma, jogadores como o veterano Müller, que praticanmente não atuou na temporada, o lateral Luisinho Netto, transferido do Atlético-PR e que passou mais de um mês recuperando-se de uma cirurgia, e o atacante Alessandro, emprestado pelo Fluminense, devem ser aproveitados.Os cruzeirenses voltaram aos treinos sem esconder a satisfação pela conquista da Sul-Minas. O meia baiano Jorge Wagner, por exemplo, exibiu "e-mails" e telegramas recebidos de familiares e amigos, cumprimentando-o pelo título. Um dos destaques da equipe campeã e autor do primeiro gol do Cruzeiro, na partida decisiva, Jorge Wagner disse que o grupo só tem um pensamento, de agora em diante. "Nossa meta é também chegar às finais do Campeonato Mineiro e da Libertadores da América e tentar conseguir mais dois importantes títulos para a torcida", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.