Scolari exige vitória do Cruzeiro

O técnico do Cruzeiro, Luiz Felipe Scolari, iniciou os preparativos para o jogo do meio da semana, contra o Palmeiras, pelas quartas-de-final da Copa Libertadores da América, dando bronca em seus atletas por terem sido desclassificados do Campeonato Mineiro. No domingo, o Cruzeiro apenas empatou por 1 a 1 com a Caldense, no Mineirão, quando precisava vencer e com boa margem de gols para garantir a vaga na decisão estadual.Já o América fez sua parte, batendo o Ipatinga no campo inimigo, por 2 a 1, e vai buscar o título mineiro contra o Atlético, no fim de semana. Para Scolari, o Cruzeiro provou, por sua participação do Estadual, que "não é nenhuma oitava maravilha do mundo" e que, embora com jogadores "de boa qualidade e esforçados", deixa muito a desejar", em termos de elenco. Em tom irônico, Scolari lembrou ao grupo que, caso não derrote o Palmeiras, terá de viajar "de ônibus" pelo interior do País, realizando amistosos, até o início do Campeonato Brasileiro, em agosto."Se não passarmos do Palmeiras, teremos até o dia 1º de agosto para passear", disse. "Vamos ao interior do Mato Grosso, do Maranhão, e aí vamos de ônibus, que é melhor que jogar o Campeonato Mineiro", acrescentou, criticando a falta de empenho demonstrada pelos cruzeirenses na disputa do título estadual. As declarações do treinador, recheadas de queixas sobre os jogadores - ele reclama não ter recebido reforços requisitados à diretoria - não agradaram ao presidente do clube, José "Perrella" de Oliveira Costa."Acho estranho que isso (as críticas de Scolari à qualidade dos jogadores) venha a acontecer sempre que o time perde", disse o dirigente. "Todos os jogadores que ele pediu, à exceção do Arce (lateral do Palmeiras), foram contratados", ressaltou, completando que, em sua opinião, "não houve falta de qualidade" no Cruzeiro, no Campeonato Mineiro, "mas sim de vontade de vencer". O treinador cruzeirense terá a volta, contra o Palmeiras, de dois importantes jogadores: o meia Ricardinho e o lateral-esquerdo Sorín, que cumpriram suspensão contra a Caldense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.