Scolari exige vitória em casa

O Cruzeiro precisa de um empate na noite de amanhã (15), em Belo Horizonte, contra o El Nacional, do Equador, para garantir vaga nas quartas-de-final da Libertadores da América, na qual enfrentaria o vencedor dos confrontos entre Palmeiras e São Caetano. O time do técnico Luiz Felipe Scolari, que vem de vitória por 3 a 1 sobre o América Mineiro, no domingo - resultado que manteve o clube na disputa pelo título estadual -, bateu os equatorianos por 2 a 1, no jogo de ida, semana passada. Apesar da vantagem, no entanto, Scolari exige uma vitória e o mesmo empenho demonstrado pelos jogadores no clássico de Belo Horizonte. ?Dentro de casa temos que jogar para vencer, sempre", disse. O técnico, que na tarde de hoje foi a Porto Alegre, onde será agraciado com um prêmio da Associação de Cronistas Esportivos da cidade, tem duas dúvidas para escalar a equipe. O zagueiro Luisão deixou o campo ontem com um problema no tornozelo direito. Se não estiver em condições, será substituído por Cléber, que forma o setor com Cris. O meia Jorge Wagner, agredido com uma cotovelada pelo apoiador americano Fabrício, no final do clássico, também será avaliado pelos médicos, minutos antes do jogo com o El Nacional, para saber se pode atuar. Wagner perdeu um dente e sofreu um corte na boca com a agressão, que custou a Fabrício o cartão vermelho. Caso ele não esteja apto, Sérgio Manoel e Cléber Monteiro disputam a vaga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.