Scolari: faltou tempo para a seleção

O técnico do Cruzeiro, Luiz Felipe Scolari, que antes da confirmação de Emerson Leão no comando da seleção foi um dos mais cotados para o cargo, disse nesta quinta-feira que o principal responsável pelo fraco desempenho do time nas Eliminatórias é a falta de tempo para treinamentos. Segundo Scolari, "é muito difícil" cobrar bons resultados da seleção se os atletas não fazem a preparação para os jogos por períodos maiores. "Se não houver uma reformulação no calendário da seleção, anexado ao calendário das competições nacionais, esse problema vai sempre existir", afirmou. Apesar dos fiascos diante de Equador e Peru e da quarta colocação nas Eliminatórias, Scolari acredita que a seleção deverá se classificar para a Copa, sob o comando de Leão. Ele só acha que, uma vez com a vaga garantida, a CBF precisa estudar "seriamente" uma melhor programação para a preparação do grupo escolhido.No Cruzeiro, Scolari realizou nesta quinta-feira o segundo treino coletivo da semana, para definir o time que enfrenta a Caldense no fim de semana, em Poços de Caldas, pela terceira rodada do quadrangular semifinal do Campeonato Mineiro. A equipe, que vem de derrota de 1 a 0 para o América, precisa vencer o clube do interior para continuar com chances de estar na final.O técnico deve fazer três modificações no time, em relação ao último compromisso: Jackson entra na lateral direita, já que Cléber Monteiro e Luisinho Netto estão contundidos; o ala esquerdo argentino Sorín, suspenso por ter sido expulso contra o América, dará lugar, provavelmente, ao garoto Alex; e Oséas, recuperado de uma pancada no tornozelo, reassume o posto de centroavante, ao lado do também atacante Geovanni.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.