Dorival Rosa/Portuguesa
Dorival Rosa/Portuguesa

Se subir, Lusa ganhará prêmio das padarias. Decisão é nesta quarta

Equipe começa a disputar um lugar na Série B contra o Vila Nova

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

07 de outubro de 2015 | 08h00

Os jogadores da Portuguesa terão um incentivo adicional para voltar à Série B. Caso a equipe supere o Vila Nova, de Goiás, nas duas partidas das quartas de final da Série C - a primeira será nesta quarta-feira, às 20h30, no estádio Serra Dourada -, os atletas vão ganhar um prêmio extra das padarias que estão patrocinando o clube. O número de padarias envolvidas na ação e o total arrecadado ainda não está definido. O prêmio, no entanto, está garantido. 

Sem um patrocínio master desde o início do ano, a Portuguesa fechou parceria com 13 padarias a partir de um acordo entre Luis Paulo Rosenberg, consultor da área de marketing do clube, e o Sindicato das Panificadoras de São Paulo (Sindipan). Das seis mil padarias de São Paulo, quatro mil pertencem a descendentes de portugueses.

As padarias mostravam suas marcas na parte frontal do uniforme, uma a cada partida, inovação que precisou da autorização da CBF e da Federação Paulista. O clube não confirma oficialmente, mas o Estado apurou que o valor do patrocínio gira em torno de R$ 1,5 mil. Hoje, o clube tem sete marcas no uniforme.

Estratégia

O técnico Estevam Soares afirma que a vaga não será decidida no Serra Dourada na partida desta quarta-feira. “É uma decisão que vale a vida profissional dos jogadores, mais visibilidade, maior projeção, mas temos o jogo de volta. Todos os oito times da fase final estão no mesmo nível’, diz o treinador. 

Para o treinador, a Portuguesa tem de usar o seu poder ofensivo como equipe mais positiva da Série C, sem descuidar da marcação. “Precisamos de uma marcação definida e encaixada, porque nosso time faz gols”, afirma treinador. 

Os atacantes Hugo e Queiróz têm problemas musculares e são as dúvidas da Portuguesa para o jogo decisivo. O técnico afirma que a escalação será definida apenas minutos antes da partida. "Teremos dois adversários. O Vila Nova, uma equipe forte e bem treinada, e o Serra Dourada, um gramado com grandes dimensões. Conseguimos recuperar os jogadores que estavam desgastados e estamos muito confiantes", diz o treinador. 

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoPortuguesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.