Sebá fica um mês fora do Corinthians

O argentino Sebá ficará um mês longe dos gramados. Ele fará tratamento intensivo para evitar de qualquer maneira uma operação no púbis. Como a intenção da MSI é repassá-lo o mais rápido possível à Europa, não teria sentido operá-lo. A desvalorização seria imediata.O zagueiro argentino do Corinthians não se adaptou ao futebol brasileiro. Suas atuações decaíram de maneira rápida. Tanto que de nada adiantou a sua amizade com o compatriota Daniel Passarella, que não teve outra saída a não ser colocá-lo na reserva. Foi exatamente quando Sebá começou a reclamar das dores no púbis.Exatamente quando houve também o interesse de uma equipe espanhola. Sebá, empolgado com a chance de ir para a Europa, queria apressar a sua recuperação. Ele acreditava que a operação seria bem mais objetiva, iria acabar de vez com seu problema no púbis.Só que o departamento médico do Corinthians o examinou e chegou à conclusão de que operá-lo seria uma atitude radical demais.Os médicos vão repetir o que fizeram com Gil e com Fabrício, que também tiveram problemas de púbis e não sofreram operações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.