Leo Correa/AP
Leo Correa/AP

Secretaria da Fazenda diz que Fla pagou 10 de 31 multas por irregularidades em CT

Em nota, a secretaria explicou que, por questões de sigilo fiscal, não pode divulgar os valores das penalidades

Constança Rezende/RIO, Estadão Conteúdo

09 de fevereiro de 2019 | 15h18

A Secretaria Municipal de Fazenda do Rio informou neste sábado que o Flamengo pagou 10 das 31 multas aplicadas pelo órgão por irregularidades no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu, em Vargem Grande, onde aconteceu o incêndio que matou dez adolescentes na sexta-feira e deixou três feridos. A informação anterior era de que o Flamengo havia recebido 30 multas devido a precariedade das instalações da base.

Em nota, a secretaria explicou que, por questões de sigilo fiscal, não pode divulgar os valores das multas. A primeira foi aplicada em 20 de outubro de 2017 e a última aconteceu em 14 de dezembro do ano passado. "A Secretaria Municipal de Fazenda atuou de forma diligente e tentou fechar o CT ao longo de 14 meses, mas as determinações dos fiscais da Fazenda foram ignoradas", informa a nota.

Nas primeiras horas da última sexta-feira, um incêndio tomou conta do alojamento das categorias de base do Flamengo no Ninho do Urubu, centro de treinamanto do clube, inclusive do profissional. Dez jogadores entre 14 e 16 anos morreram e outras três pessoas ficaram feridas. O presidente Rodolfo Landim classificou o ocorrido como a maior tragédia da história do clube.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.