Site ofcial Cruzeiro
Site ofcial Cruzeiro

Sede do Cruzeiro tem pichação contra a diretoria: 'Itair, Wagner: sai ou morre'

Gestão de presidente e diretor de futebol está sendo investigada por desvios e lavagem de dinheiro

Redação, Estadão Conteúdo

22 de junho de 2019 | 13h10

A sede do Cruzeiro amanheceu neste sábado pichada. O ato foi endereçado ao presidente do clube, Wagner Pires de Sá, e ao diretor de futebol, Itair Machado. "Itair, Wagner: sai ou morre"(sic), trazia a mensagem. Ainda pela manhã, o protesto foi coberto com tinta azul.

A assessoria do clube mineiro informou que o local possui várias câmeras de segurança e os pichadores já estão sendo identificados pelos circuitos internos.

O Cruzeiro vive crise dentro e fora de campo. O time não vence há nove jogos e a diretoria enfrenta denúncias de rombos nas contas do clube e supostas práticas ilícitas.

A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou inquéritos para apurar denúncias sobre falsificação de documentos, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

A principal denúncia (feita pelo programa Fantástico, da Rede Globo, em 26 de maio), contra a atual administração do Cruzeiro, diz respeito à venda no ano passado de parte dos direitos econômicos do jovem Estevão William, já chamado de "Messinho", então com 11 anos, para pagar uma dívida com o empresário Cristiano Richard. A Lei Pelé e o Estatuto da Criança e do Adolescente proíbem menores de 12 anos de possuir contratos empregatícios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.