Divulgação/Portão 7/Social do São Paulo Futebol Clube
Divulgação/Portão 7/Social do São Paulo Futebol Clube

Sede social do São Paulo, Morumbi enche de lama após forte chuva

Piscinas e demais dependências do clube voltam a sofrer com estragos provocados pela enchente

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2020 | 11h48
Atualizado 10 de fevereiro de 2020 | 15h12

A forte chuva que caiu em São Paulo entre a noite de domingo e a manhã desta segunda-feira alagou algumas áreas do Morumbi, sede social do São Paulo. As piscinas ficaram cheias de lama, mas não houve estragos em partes do estádio.

Os vestiários e sala de imprensa do estádio não foram inundados, como aconteceu após chuva em março do ano passado. Na ocasião, o Morumbi foi interditado para reparos e o São Paulo teve de jogar no Pacaembu. Desta vez, a equipe poderá mandar o clássico contra o Corinthians, no sábado, em seu estádio.

Os estragos desta segunda-feira foram bem menores. Algumas partes da área social foram afetadas, como as piscinas e o refeitório. Ainda não há informação se o espaço terá de ser interditado. Além da parte social, o complexo do Morumbi é usado pelo time feminino em algumas atividades. Os outros locais de treinamentos da equipe são o CT da Barra Funda e o CT da base do clube em Cotia.

O São Paulo divulgou uma nota sobre o assunto

O elenco principal já estava de folga nesta segunda-feira e volta aos trabalhos na terça, no CT da Barra Funda. O clássico contra o Corinthians será realizado no sábado, às 19h, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.