Seedorf descarta vantagem do empate contra Resende

O Botafogo tem a vantagem do empate no confronto com o Resende, neste sábado, em Volta Redonda (RJ), pela semifinal da Taça Rio (segundo turno do Campeonato Carioca). Mas o meia holandês Seedorf, principal astro do elenco botafoguense, descarta essa vantagem e diz que o time vai buscar a vitória.

AE, Agência Estado

25 de abril de 2013 | 19h29

"Não há vantagem nenhuma. Vamos entrar para vencer. Sinceramente, não me interessa essa possibilidade, é só uma complicação psicológica. Jogar para empatar é muito complicado. É muito mais fácil entrar para vencer o jogo, é o que vamos fazer", avisa Seedorf, em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Após a conquista do título da Taça Guanabara (primeiro turno), Seedorf revela que está concentrado e motivado para ganhar também a Taça Rio e ser campeão carioca por antecipação. "A cada jogo vamos construindo um caminho para o nosso ano. O Botafogo vai pensar em lutar por todas as taças", diz.

Mas, apesar de ser o principal astro do elenco e de ter uma carreira cheia de glórias, o holandês de 37 anos faz questão de valorizar o conjunto botafoguense. E minimiza a importância de seu papel individualmente. "Sem um grupo que funciona não tem como um time vencer jogos. Pode até vencer um jogo, mas não campeonatos. Os melhores jogadores do mundo não conseguem fazer diferença se o time não rende a um certo nível. Tudo que acontece é por causa do grupo", avalia.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoSeedorf

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.