Seguem negociações para encerrar greve de jogadores espanhóis

A liga espanhola de futebol (LFP) e o sindicato dos jogadores (AFE) vão continuar a conversar depois de não chegarem a um acordo para encerrar a greve na segunda-feira. A paralisação provocou o adiamento do início da temporada.

REUTERS

22 de agosto de 2011 | 15h09

"O problema não está resolvido", disse o porta-voz do AFE, Luis Gil, a jornalistas após o quarto encontro entre os lados.

"Entendo que as pessoas queiram assistir ao futebol, mas você tem de pensar nos jogadores, que estão passando por um momento ruim. Gostaria de estar mais otimista, mas não posso."

A primeira rodada de jogos para a nova temporada foi adiada no último fim de semana por causa da greve, que também foi convocada para a segunda rodada de jogos nas duas principais divisões.

O sindicato exige uma proteção maior pelos salários dos jogadores que não foram pagos por clubes que tiveram de se submeter a uma administração financeira.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTESPANHAGREVE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.