Segundo jornal, Real e Milan entram em guerra por Pato

Diário espanhol afirma que clube merengue e italianos acreditam ter fechado com o atacante do Internacional

24 de julho de 2007 | 09h46

O Real Madrid "acredita ter fechado" com a jovem revelação do Internacional, o atacante Alexandre Pato, "mas parece que terá de competir com o Milan", assegurou nesta terça-feira o diário esportivo espanhol Marca.  O jornal afirmou que o clube merengue e os italianos "estão a ponto de entrar em uma guerra, que nada tem a ver com Kaká", fazendo referência ao assunto que envolvia os dois times no últimos meses, que agora 'esfriou'. Pelo novo protagonista "a última jóia do futebol brasileiro", como classifica a publicação, os dois grandes do futebol europeu prometem brigar com todas as armas que dispõem. Tanto espanhóis quanto italiano acreditam ter acertado a transferência de Pato para a próxima temporada, mas de acordo com o diário, o diretor esportivo do Real, o sérvio Pedja Mijatovic, e o agente do atacante do Inter, Gilmar Veloz, "se reuniram no sábado no Santiago Bernabéu [estádio do clube merengue] e conversaram sobre o craque brasileiro." "A resposta de Gilmar Veloz não poderia ter sido mais explícita: fiquem tranqüilos, Pato quer jogar no Real Madrid", acrescentou o jornal.  O Milan, por sua vez, também diz ter praticamente fechado com a revelação brasileira segundo o dono do clube, o ex-primeiro ministro italiano Silvio Berlusconi.  Porém, ambos clubes têm um problema pela frente: por se tratar de um menor de idade [pato completa 18 anos em setembro], até que não complete a maioridade, eles não poderão fazer uso da cláusula de rescisão de contrato do atacante com o Inter, que é de 15 milhões de euros (cerca de R$ 40,5 milhões), e ficam à mercê dos gaúchos, que podem pedir muito mais pelo jogador.

Tudo o que sabemos sobre:
Queda de braço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.