Segurança no clássico terá 485 PMs

A Polícia Militar destacará 485 homens para fazer a segurança do clássico decisivo entre Corinthians e Palmeiras, neste sábado, às 18 horas, no Morumbi. Desse número, 200 policiais ficarão na área interna do estádio e 285 na área externa. "Teremos o apoio das viaturas da Rota, do 16º Batalhão, do Regimento de Cavalaria, motos da Rocam e uma parceria com o metrô, subprefeitura e CET", explica o coronel Rego, do 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar.O esquema deste sábado será o mesmo da quarta-feira passada, quando as duas equipes se enfrentaram na primeira partida da semifinal. A PM acompanhará o comboio a partir das sedes das torcidas organizadas da Gaviões e da Mancha, tanto na ida ao Morumbi quanto na volta do estádio."Nos locais mais distantes do estádio, como estações do metrô da Barra Funda, Santana e terminal João Dias, a polícia também vai destacar viaturas", confirma o coronel Rego. Para surpresa dos oficiais da PM, o público no clássico passado não foi o esperado. "Talvez pela chuva ou pelo feriado do carnaval."De acordo com o coronel Rego, nenhuma ocorrência mais grave foi registrada tanto na partida de quarta quanto na de quinta-feira, entre São Paulo e Portuguesa Santista. "Houve apenas algumas atitudes inconvenientes", disse.O major Márcio Marinho, também do 2º Batalhão, faz uma recomendação aos torcedores: "Evitem ir ao estádio com camisa de time. Vistam apenas quando já estiverem dentro do Morumbi."Os corintianos, que ficarão nos setores azul e laranja, devem entrar no Morumbi pelos portões 3, 4, 5, 6, com acesso pela Avenida Jules Rimet e Rua Padre Lebret. O caminho deverá ser pelas Avenidas 9 de Julho, Cidade Jardim, Morumbi e pela Rua Padre Lebret.Aos palmeirenses, que entrarão pelos portões 15, 16 e 18, setores vermelho e amarelo, cujo melhor acesso é pela Giovanni Groncchi, deverão ir pela Avenida Francisco Morato, João Jorge Saad até chegar à Giovanni Groncchi.A PM recomenda aos torcedores que cheguem ao Morumbi com duas horas de antecedência. Os portões serão abertos às 15 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.