EFE
EFE

Seis pessoas são formalmente acusadas pela Tragédia de Hillsborough em 1989

Semifinal da Copa da Inglaterra terminou com 96 torcedores do Liverpool mortos no estádio de Sheffield

Estadão Conteúdo

28 de junho de 2017 | 10h26

A promotoria britânica acusou formalmente seis pessoas, nesta quarta-feira, pela Tragédia de Hillsborough em 15 de abril de 1989, quando 96 pessoas morreram em um estádio de Sheffield, a maior parte delas esmagadas, na semifinal da Copa da Inglaterra entre Nottingham Forest e Liverpool.

Entre os acusados está o policial responsável pela operação do estádio naquele dia, David Duckenfield, acusado de homicídio por negligência grave. O ex-chefe da polícia de South Yorkshire, Norman Bettision, foi acusado de má conduta em um cargo público por mentir sobre o desastre e suas consequências.

O advogado da polícia de South Yorkshire foi acusado de atuar "com intenção de desviar o curso da justiça pública" por mudanças nas declarações de testemunhas durante uma investigação sobre a tragédia. "O processo penal começou agora e os acusados têm o direito a um julgamento justo", disse Sue Hemming, promotor-chefe para crimes especiais e antiterrorismo.

A tragédia, em Sheffield, se produziu quando um portão foi aberto e mais de 2 mil torcedores do Liverpool entraram no setor atrás de um dos gols do estádio, que já estava lotado para o jogo contra o Nottingham Forest. As vítimas morreram esmagadas contras as cercas do alambrado do estádio, pisoteadas ou sufocadas.

Naquele período, o comportamento violento no futebol era comum, e houve tentativas imediatas de defender o trabalho da polícia e de culpar os torcedores do Liverpool. Circulou uma falsa versão que culpava torcedores desordeiros sem ingressos, uma interpretação que as famílias rejeitaram por décadas.

A investigação original classificou as mortes como acidentais. Mas as famílias recorreram da decisão e conseguiram revogá-la em 2012 depois de uma extensa investigação que analisou documentos anteriormente secretos e revelou, através do "relatório Taylor", más praticas e erros da polícia. Os promotores haviam considerado um grupo de 23 suspeitos, incluindo indivíduos e organizações.

Os eventos em Hillsborough resultaram em uma ampla modernização dos estádios na Inglaterra. Nas principais divisões, eles se tornaram mais seguros, sem setores para torcedores ficarem em pé e alambrados.

Tudo o que sabemos sobre:
Futebol InternacionalFutebolLiverpool

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.