Andre Penner/AP
Andre Penner/AP

Seleção brasileira destaca força do grupo após vitória

Mesmo sem todos os considerados titulares desde o início do jogo, equipe bate os EUA com facilidade

Agencia Estado

18 de junho de 2009 | 13h57

PRETÓRIA - A vitória por 3 a 0 sobre os Estados Unidos sem alguns dos titulares da seleção brasileira mostrou a qualidade do elenco, na opinião dos jogadores. Daniel Alves, Kleber, Juan e Elano, que começaram jogando no triunfo sobre o Egito por 4 a 3, ficaram no banco de reservas.

Veja também:

linkBrasil supera os EUA e está praticamente na semifinal

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"A seleção brasileira tem um grupo forte e sempre tem condições de fazer uma boa partida. Independentemente de quem joga, o time se sai bem", afirmou Robinho, que comemorou o gol marcado contra os Estados Unidos. "Tenho que aproveitar as oportunidades, a concorrência é grande e eu quero sempre jogar".

O zagueiro Luisão entrou nos minutos finais da vitória sobre a seleção dos Estados Unidos e agradeceu a oportunidade. "A gente sente que o pessoal [Dunga e Jorginho] tem confiança nos reservas. E isso nos dá confiança, como o caso do Ramires, que entrou muito bem", comentou.

Titular absoluto de Dunga, o meia Kaká também aprovou a decisão de Dunga de poupar alguns titulares na partida contra os Estados Unidos. "A seleção rodando muito jogadores é bom, porque todos se sentem importantes", analisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.