Francisco Seco/AP
Francisco Seco/AP

Seleção brasileira deverá ter novidades na primeira convocação pós-Copa do Mundo

Carência ofensiva vista na Rússia deve acarretar em novos nomes para Tite; Vinícius Junior é um que deve aparecer

O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2018 | 09h58

A CBF negocia apenas os últimos detalhes para anunciar que Tite continua como treinador da seleção brasileira até o fim da Copa do Mundo no Catar, em 2022. A primeira convocação do novo ciclo certamente contará com novidades.

+ Em primeira aparição após a Copa do Mundo, Neymar diz ver exagero em críticas

+ Ronaldo chama Vinicius Junior de 'maior esperança do Brasil' ao recebê-lo no Real

+ Liverpool confirma a contratação do goleiro Alisson, da seleção, junto à Roma

Ao lado de nomes como os de Alisson, Marquinhos, Casemiro, Coutinho, Neymar, Gabriel Jesus e Firmino, que estiveram na Rússia, o técnico deve apostar em garotos como Arthur, do Barcelona, e Lucas Paquetá, do Flamengo, ambos na pré-lista de 35 do Mundial deste ano.

Agora jogador do Real Madrid, Vinicius Junior é outro nome que pode aparecer. Fabinho (Liverpool), Richarlison (Watford), Rodrygo (Santos), David Neres (Ajax) e Malcom, que está deixando o Bordeaux para atuar na Itália, são opções.

A primeira convocação pós-Copa ainda não tem data marcada, mas acontecerá no mês que vem. A seleção faz dois amistosos em setembro nos EUA. Um deles será contra os americanos e o outro não está definido.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.