Thibault Camus/AP
Thibault Camus/AP

Seleção brasileira faz primeiro treino em Paris para amistoso com Japão

Atividade aconteceu no estádio Charlety e teve campo reduzido e dois times de seis; ninguém será cortado, avisou a comissão técnica

Andrei Netto, correspondente em Paris, O Estado de S.Paulo

06 Novembro 2017 | 15h09

A seleção brasileira fez na tarde desta segunda-feira, 6, em Paris, na França, o seu primeiro treino para o amistoso com o Japão, marcado para a sexta-feira, 10, em Lille, e com a Inglaterra, na terça, dia 14, em Londres. 

A apresentação aconteceu horas antes, em um hotel da capital francesa. A maior parte dos jogadores, que atua na Europa, chegou hoje. A exceção foi Renato Augusto, que desembarcou ainda no domingo.

+ Lesionado, Dele Alli é cortado da seleção inglesa e não encara o Brasil

Entre a manhã e o início da tarde foi a vez dos atletas do Paris Saint-Germain (PSG), Neymar, Thiago Silva, Marquinhos e Daniel Alves, seguidos de Paulinho, Casemiro e Marcelo, que chegaram da Espanha, Alex Sandro, Alisson, Giuliano, Jemerson, Douglas Costa, Miranda, Willian, Fernandinho, Ederson, Danilo, Gabriel Jesus, Firmino, Philippe Coutinho e Cassio completaram a lista.

Diego, do Flamengo, e Diego Souza, do Sport, que chegam do Brasil, os dois últimos na terça-feira. Com nove convocados à disposição – Marquinhos, Neymar, Gabriel Jesus, Dani Alves, Taison, Danilo, Willian, Jemerson e Paulinho –, mais os goleiros, a seleção contou também com o « reforço » da jóia Timothée Weah, destaque da base do PSG e filho do craque liberiano George Weah.

Na primeira parte da atividade Fernandinho, Casemiro, Renato Augusto, Firmino, Miranda, Douglas Costa, Giuliano, Marcelo, Thiago Silva, Alex Sandro e Coutinho ficaram na academia para recuperação da rodada do final de semana.

A seleção ocupou o gramado do estádio Charlety, utilizado pelo Paris Football Club (Paris F.C.), da segunda divisão francesa. A atividade foi observada por Tite, primeiro com um breve aquecimento com bola, com troca de passes longos em campo reduzido, depois com uma sequência de passes e corridas rápidas. Então os jogadores foram divididos em dois grupos e realizaram um treino em campo reduzido. 

Marcelo, Firmino, Thiago Silva, Giuliano e Douglas Costa treinaram em separado troca de passes rápidos. Miranda, Renato Augusto, Casemiro e Alex Sandro correram ao redor do gramado. 

A boa notícia ficou por conta da recuperação de todos. Nenhum atleta foi cortado. Diego, por exemplo, que não jogou no final de semana pelo Flamengo na derrota em Porto Alegre para o Grêmio por 3 a 1, foi liberado. Coutinho e Giuliano também foram confirmados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.