Thais Magalhães/CBF
Thais Magalhães/CBF

Seleção brasileira feminina adota 'espírito de decisão' após goleada na Copa América

Bia Zaneratto e Debinha ressaltam a importância do resultado positivo no primeiro jogo pelo torneio continental

Redação, Estadão Conteúdo

10 de julho de 2022 | 12h09

Destaques na goleada de 4 a 0 da seleção brasileira feminina sobre a rival Argentina na Copa América, Bia Zaneratto e Debinha falaram a importância do resultado na estreia da equipe na competição. Mais importante do que superar a dura marcação das adversárias é, a partir de agora, ter espírito de final em todas as partidas da competição.

"Estou muito feliz pela vitória, pois era muito importante começar com o pé direito. Soubemos aproveitar as oportunidades e fazer os gols. A Argentina é um time que entra muito firme. Sabemos da dificuldade que no espera e precisamos encarar todos os jogos como finais", disse Bia Zaneratto.

A Imperatriz teve participação direta na vitória. Além de deixar a sua marca, iniciou a jogada do primeiro gol e deu assistência para Adriana fazer 3 a 0. Já a atacante Debinha, que se juntou ao grupo neste sábado por questões pessoais, entrou em campo quase no final da segunda etapa. Apesar do pouco tempo em ação, ela balançou a rede para fechar o placar sobre a Argentina em 4 a 0.

"Não esperava entrar e fiquei muito feliz. Também não esperava o gol. Foi um belo passe da Duda e fico satisfeita sempre de jogar e ajudar a minha equipe. Vamos nos cobrar individualmente e aproveitar as chances que temos. Mostramos isso hoje e espero que a gente continue fazendo muitos gols e realizando uma bela campanha", disse a atacante.

Artilheira da era Pia, Debinha chegou à marca dos 50 gols com a camisa da seleção brasileira em 123 jogos. De olho nas adversárias, ela disse o que espera da competição. "A Argentina é uma das equipes mais fortes do campeonato, mas a Colômbia, por exemplo, vem de um bom jogo contra os Estados Unidos. Qualquer equipe que está aqui tem totais condições de fazer um bom papel e temos de nos preparar da melhor forma possível independentemente do adversário", disse.

O Brasil integra o Grupo B e lidera a chave ao lado da Venezuela que derrotou o Uruguai por 1 a 0. A equipe volta a campo na próxima terça-feira pra enfrentar o Uruguai pela segunda rodada da competição. A partida terá transmissão do SBT e Sportv.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.