Leo Correa/Divulgação
Leo Correa/Divulgação

Seleção brasileira vai a campo sem experiência nas Eliminatórias

Poucos jogadores do plantel atual já atuaram na disputa

O Estado de S. Paulo

08 de outubro de 2015 | 07h00

Dos 23 jogadores convocados por Dunga para este início de Eliminatórias, apenas seis já têm experiência na competição: Daniel Alves, Miranda, Filipe Luís, Marcelo, Kaká e Ricardo Oliveira. Mas, a rigor, a experiência deles não é tão grande assim. Com exceção do meia que hoje joga com Orlando City dos Estados Unidos, que soma 26 jogos e dez gols, todos os outros atuaram bem pouco em partidas que valiam vaga em Copas do Mundo.

Daniel Alves, por exemplo, o segundo colocado nesse ranking, tem apenas nove jogos por Eliminatórias – disputou a seletiva para a Copa de 2010, na África do Sul –, e na maioria deles foi reserva. Hoje capitão da seleção, Miranda jogou em três oportunidades em 2009: contra Peru, Bolívia e Venezuela, as três mais fracas seleções sul-americanas.

Filipe Luís e Marcelo têm um jogo cada, contra Venezuela e Equador, respectivamente, na corrida pelo Mundial sul-africano. Ricardo Oliveira fez duas partidas em 2005, um ano antes da Copa da Alemanha. Começou um jogo com o Uruguai em Montevidéu e depois entrou durante um 4 a 1 sobre o Paraguai.

Ricardo Oliveira ainda lembra o que aprendeu naqueles dois jogos. “Esse tipo de competição é completamente diferente. Disputei em 2005 e sentia a diferença quando vinha da Europa’’, disse o artilheiro do Brasileiro com 17 gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.