Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Sem surpresas, Tite convoca Arthur, Martinelli e Richarlison para Eliminatórias

Atacante do Arsenal e volante da Juventus ganham nova oportunidade para os confrontos contra Chile e Bolívia; Neymar também retorna

Felipe Rosa Mendes, Estadão Conteúdo

11 de março de 2022 | 12h02

Em sua última convocação da seleção brasileira para as Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, o técnico Tite evitou surpresas nesta sexta-feira em sua lista de 25 jogadores, apesar de declarações recentes. O volante Arthur, da Juventus, e os atacantes Richarlison, do Everton, e Gabriel Martinelli, do Arsenal, foram as maiores novidades em comparação à convocação anterior, feita em janeiro.

O grupo foi convocado para dois jogos neste mês, no dia 24, contra o Chile, no Maracanã, e contra a Bolívia, no dia 29, em La Paz, na Bolívia. Em tese, serão os últimos jogos da seleção nas Eliminatórias, mas poderá haver ainda o confronto com a Argentina, que não foi realizado no ano passado. 

Nas últimas semanas, Tite indicou que poderia trazer estreantes e até jogadores que não eram chamados há muito tempo para a seleção. As especulações eram centradas no meia Raphael Veiga, do Palmeiras, e no volante Renato Augusto, do Corinthians. Mas ambos não apareceram na lista desta sexta.  

Também foram ausências o meia Everton Ribeiro (Flamengo) e os atacantes Gabriel Jesus (Manchester City), Roberto Firmino (Liverpool) e Gabriel Barbosa (Flamengo). O atacante Matheus Cunha (Atlético de Madrid) também ficou fora da relação, mas está machucado, o que pode ter favorecido o retorno de Richarlison à lista. 

Tite preferiu dar nova oportunidade para Gabriel Martinelli, que vem se tornando cada vez mais essencial ao Arsenal na atual temporada europeia, e Arthur, que ainda não conseguiu repetir na Europa as boas atuações dos tempos de Grêmio. Ambos os times europeus não estão na briga direta pelo título dos seus campeonatos nacionais.

Como era esperado, Tite confirmou o retorno de Neymar ao time. O craque do Paris Saint-Germain foi baixa nos dois jogos anteriores da seleção, contra Equador e Paraguai, entre o fim de janeiro e o início de fevereiro, porque estava machucado. Ele voltou a jogar no mês passado. 

Já classificado para o Mundial e invicto, o Brasil lidera com folga a tabela das Eliminatórias, com 39 pontos em 15 jogos. O vice-líder é a Argentina, com 35. O time brasileiro ainda busca confirmar o primeiro lugar e o título simbólico da competição. 

As duas partidas deste mês podem ser as últimas oficiais da seleção antes da Copa, marcada para novembro e dezembro. Ainda há pendente o jogo contra a Argentina, que não aconteceu em São Paulo em razão da quebra dos protocolos da covid-19 por parte de jogadores argentinos, em setembro de 2021. A Fifa decidiu que o duelo deverá ser realizado em data e local ainda indefinidos. 

Depois das Eliminatórias, a CBF deve anunciar uma lista de até seis amistosos, que servirão de preparação para a Copa do Mundo, em junho e setembro. Tite tinha a meta de enfrentar rivais europeus para testar a seleção diante de adversários mais exigentes, mas os futuros adversários devem ser de outros continentes. 

Confira abaixo a lista dos jogadores convocados:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Weverton (Palmeiras) e Ederson (Manchester City);

Laterais: Danilo (Juventus), Alex Telles (Manchester United), Guilherme Arana (Atlético-MG) e Daniel Alves (Barcelona);

Zagueiros: Arthur (Juventus), Marquinhos (Paris Saint-Germain), Thiago Silva (Chelsea), Éder Militão (Real Madrid) e Gabriel Magalhães (Arsenal);

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Bruno Guimarães (Newcastle), Lucas Paquetá (Lyon), Philippe Coutinho (Newcastle); 

Atacantes: Neymar (PSG), Gabriel Martinelli (Arsenal), Vinicius Junior (Real Madrid), Raphinha (Leeds), Antony (Ajax), Richarlison (Everton) e Rodrygo (Real Madrid).

Matéria em atualização

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.