Seleção chinesa é multada por jogo violento na Ásia

Time recebeu 17 cartões amarelos e dois vermelhos em três jogos da Copa do Leste e terá de pagar R$ 17 mil

EFE

26 de fevereiro de 2008 | 09h47

A seleção chinesa foi multada pela organização da Copa do Leste da Ásia em US$ 10 mil (cerca de R$ 17 mil) devido a seu jogo violento durante o torneio, no qual recebeu 17 cartões amarelos e dois vermelhos em apenas três partidas, anunciou nesta terça-feira a Rádio Internacional da China. Em seus dois primeiros jogos do quadrangular realizado em Chongqing (China), os chineses receberam nove cartões amarelos nas derrotas para Coréia do Sul e Japão. Japoneses e sul-coreanos enviaram protesto oficial à organização do torneio contra a dureza do jogo dos chineses, que receberam uma primeira punição de US$ 4.500 (aproximadamente R$ 7,6 mil). No entanto, na vitória por 3 a 1 sobre a Coréia do Norte, a equipe dirigida pelo sérvio Vladimir Petrovic foi além: levou oito amarelos e dois vermelhos, sendo novamente punida. O treinador justificou o estilo de atuação afirmando que sua equipe "joga para vencer". "Jogávamos em casa e defendíamos o título. Tínhamos muita pressão em cada partida, e isso é o que os fez cometer alguns erros neste sentido", explicou. A Coréia do Sul foi campeã do torneio após empatar em pontos com o Japão, mas apresentar melhor saldo de gols. A China ficou em terceiro e a Coréia do Norte em último. 

Tudo o que sabemos sobre:
seleção chinesafutebol asiático

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.