Mowa Press/AE
Mowa Press/AE

Seleção começa a chegar à Suíça. Ronaldinho é um dos primeiros a se apresentar no hotel

SÃO PAULO - Um primeiro grupo de jogadores e integrantes da delegação da seleção brasileira começou a chegar à Suíça neste domingo para o amistoso da próxima terça-feira, contra a Bósnia-Herzegovina, às 16 horas (de Brasília), na cidade de St. Galen, onde os comandados de Mano Menezes farão o primeiro confronto do Brasil nesta temporada.

AE, Agência Estado

26 de fevereiro de 2012 | 18h10

Após embarcarem no Rio, em voo que saiu do Aeroporto Tom Jobim na noite de sábado, membros da comissão técnica e o meia Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo, estão nesta primeira leva. O craque flamenguistas foi assediado por torcedores durante a conexão do voo nos aeroportos de Londres e Zurique e também no Hotel Santispark, que abrigará a seleção em St. Gallen. Ao lado de Neymar, Lucas e Ganso, Ronaldinho é uma das estrelas da equipe.

O diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez, recepcionou Ronaldinho, Mano Menezes, o médico José Luís Runco, o diretor de comunicação da entidade, Rodrigo Paiva, e o preparador físico Carlinhos Neves, que viajaram juntos no voo que saiu do Rio. Andrés foi um dos primeiros a chegar.

Outros jogadores que já estão na Suíça para o amistoso e também atuam no futebol brasileiro são o meia Ganso, o atacante Neymar e o goleiro Rafael, que defenderam o Santos no último sábado à noite pelo Paulistão, além do atacante Leandro Damião, do Internacional. Eles embarcaram em voo que saiu sábado à noite, mas do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, São Paulo.

Junto com eles estavam Andrés Sanchez, o auxiliar-técnico Sidnei Lobo, o preparador de goleiros Francisco Cercósimo, o fisioterapeuta Luiz Alberto Rosan e o analista de desempenho Rafael Vieira.

O zagueiro Dedé e o meia Lucas, que defenderam Vasco e São Paulo, respectivamente, neste domingo, viajam nesta noite apenas. Eles se juntarão aos jogadores que atuam na Europa somnente na segunda-feira para participar dos primeiros trabalhos de Mano. Quase não haverá tempo de a seleção treinar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.