Seleção comemora ponto conquistado em 'resultado justo'

Jogadores e o técnico Dunga ficaram satisfeitos e prometem futebol melhor contra o Equador

14 de outubro de 2007 | 22h19

A arrancada brasileira para a Copa do Mundo começou com um empate sem gols no qual nenhuma das estrelas da seleção brilhou. Brasil e Colômbia jogaram na altitude de Bogotá um futebol digno de 0 a 0. Mas houve quem tenha saído satisfeito - uma unanimidade entre os visitantes.Veja também: Brasil não empolga, mas pontua no 0 a 0 contra a Colômbia"É um resultado razoável para um início de Eliminatórias. Enfrentamos campo pesado, altitude e um time bom, que está mais acostumado a jogar aqui", afirmou Dunga, lamentando os incidentes da passagem da seleção por Bogotá - fortes chuvas, atraso no aeroporto e no início da partida.O treinador admitiu que a atuação do Brasil não foi além do razoável, e prometeu um time melhor no jogo de quarta-feira, contra o Equador. "A gente tem qualidade para isso, tem capacidade, e é natural que a equipe se desenvolva mais no segundo jogo", concluiu.O goleiro Júlio César, um dos melhores do Brasil em campo, viu como ponto positivo a raça demonstrada pela equipe. "Nosso time teve dificuldade para passar pelo deles. A Colômbia jogou muito fechada. Mas valeu pelo esforço. O resultado foi justo", disse. O volante Mineiro, por sua vez, reconheceu que faltou bom futebol para a seleção. "Precisamos ter mais chances de gol nos próximos jogos. Faltou comunicação", analisou.Até o site oficial da CBF deu bola fora durante a noite. Chegou a estampar em sua capa: "Seleção vence Colômbia por 2 a 1 na estréia das Eliminatórias para a Copa 2010. Kaká e Ronaldinho marcaram os gols do jogo." Gols que, de fato, ninguém viu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.