Marcos Brindicci|Reuters
Marcos Brindicci|Reuters

Seleção da Argentina corta Gaitán e convoca atacante do Lanús

Lautaro Acosta é a novidade para jogos contra Chile e Bolívia

Agência Estado, Estadão Conteúdo

21 de março de 2016 | 16h14

A seleção da Argentina sofreu mais uma baixa nesta segunda-feira. Após perder o meia Enzo Pérez, do Valencia, o técnico Gerardo "Tata" Martino não terá o atacante Nicolás Gaitán, do Benfica, também machucado. O treinador ainda poderá perder mais jogadores por lesão para os jogos contra Chile e Bolívia, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

Gaitán sofreu uma lesão na coxa direita e desfalcou o Benfica em rodada do Campeonato Português, no fim de semana. Para o seu lugar, Martino chamou Lautaro Acosta, do Lanús. Campeão olímpico em Pequim-2008 e campeão mundial sub-20, em 2007, Acosta vai se juntar ao grupo argentino nesta segunda.

Antes de Gaitán, o treinador já havia perdido Pérez, cortado da seleção por conta de contusão na panturrilha da perna esquerda. Martino não anunciou um substituto específico para Pérez.

O treinador poderá perder mais dois jogadores importantes do elenco. O meia Javier Pastore desfalcou o Paris Saint-Germain no fim de semana em razão de dores musculares. E o atacante Paulo Dybala se ausentou do confronto da Juventus contra o Bayern de Munique na quarta-feira passada também por lesão. Outra possível baixa é o zagueiro Nicolás Otamendi, do Manchester City.

O time argentino vai enfrentar o Chile na quinta-feira, em Santiago. Quatro dias depois, o adversário será a Bolívia, na cidade argentina de Córdoba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.