Leonhard Foeger/Reuters
Leonhard Foeger/Reuters

Seleção da Áustria confirma saída de treinador no fim do ano

Marcel Koller ainda vai comandar o time nos últimos jogos das Eliminatórias

Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2017 | 16h22

Com chances remotas de conquistar uma vaga na Copa do Mundo de 2018, a seleção da Áustria confirmou nesta sexta-feira a saída do treinador suíço Marcel Koller. Ele vai deixar a equipe no fim do ano, depois de finalizar a participação austríaca nas Eliminatórias Europeias do Mundial da Rússia.

A Federação de Futebol da Áustria decidiu não renovar o vínculo do treinador em razão dos fracos resultados da seleção nas Eliminatórias. Koller vai encerrar, assim, uma passagem de seis anos no comando da seleção austríaca.

"Devemos agradecer a Koller pelo seu bom trabalho, mas a dura realidade é que vencemos apenas quatro dos últimos 18 jogos que disputamos. E, no final, são os resultados que contam", declarou o presidente da federação, Leo Windtner.

A saída já era dada como certa desde a última partida disputada pela Áustria, no início do mês. O empate por 1 a 1 com a Geórgia, no dia 5, manteve o time austríaco distante da Copa. Na quarta colocação do Grupo D, a equipe tem apenas chances matemáticas de entrar no Mundial da Rússia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.