Divulgação
Divulgação

Seleção da Bolívia contrata técnico argentino Ángel Guillermo Hoyos

Julio César Baldivieso, antigo treinador da seleção boliviana, foi demitido após a Copa América Centenário

Estadão Conteúdo

03 Agosto 2016 | 18h54

O argentino Ángel Guillermo Hoyos será o novo treinador da seleção da Bolívia. O técnico de 52 anos, que também tem nacionalidade espanhola, foi anunciado nesta quarta-feira pela Federação Boliviana de Futebol.

Ele vai substituir o boliviano Julio César Baldivieso, que foi demitido no mês passado em razão dos fracos resultados da equipe na Copa América Centenário, disputada nos Estados Unidos, e nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018.

"Não foi uma decisão fácil porque tínhamos que escolher entre vários candidatos, mas foi uma boa decisão", afirmou Marco Peredo, dirigente da federação boliviana.

Hoyos foi escolhido, principalmente, por causa da experiência internacional. Ela já atuou como dirigente da base do Barcelona, quando comandou o então adolescente Lionel Messi, e treinou clubes da Grécia, Colômbia, Estados Unidos e até mesmo da Bolívia. No Bolívar, conquistou um título em duas temporadas, entre 2011 e 2012.

Sua maior missão na seleção boliviana será recuperar a equipe nas Eliminatórias. O time ocupa o nono e penúltimo lugar da tabela, com apenas três pontos. Tem apenas uma vitória e já acumula cinco derrotas na competição que vale vaga no Mundial da Rússia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.