Seleção de Kosovo é autorizada a disputar amistosos

O país que declarou sua independência da Sérvia em fevereiro de 2008

Agência Estado

13 de janeiro de 2014 | 14h45

ZURIQUE - A Fifa decidiu autorizar, nesta segunda-feira, a seleção masculina de futebol de Kosovo a participar de partidas amistosas contra outras seleções nacionais reconhecidas pela entidade. O país, porém, segue proibido de participar de competições oficiais e não poderá usar seus símbolos nacionais no uniforme.

Segundo a Fifa, o seu Comitê de Emergência, convocado por Joseph Blatter, se reuniu na sexta-feira com lideranças de Kosovo e da Sérvia. E a decisão foi da ampliação dos direitos dos kosovares, que no ano passado ganharam a permissão para participar de amistosos nas categorias de base e com seleções femininas.

O país que declarou sua independência da Sérvia em fevereiro de 2008 já havia sido liberado para disputar amistosos em maio do ano passado, pelo Comitê Executivo da Fifa, durante o congresso da entidade.

Logo depois, porém, a Fifa suspendeu a autorização. "Para ser membro da Uefa é preciso fazer parte da ONU", lembrou Blatter, na ocasião. À época, a maioria dos países da União Europeia reconhecia Kosovo como um país, mas a Sérvia trabalhava politicamente contra o reconhecimento do país.

Desde então, clubes, equipes femininas e times de base de Kosovo podem jogar amistosos internacionais, mas a seleção masculina principal, não. Apesar da ampliação dos direitos, a seleção de Kosovo não poderá utilizar símbolos nacionais como bandeira e emblema. O uniforme deverá ter o nome "Kosovo" e uma estrela como símbolo, apenas.

Tudo o que sabemos sobre:
FutinterfutebolKosovoFifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.