Seleção decide ?fugir? do eixo Rio-SP

Em busca de apoio da torcida, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu tirar a seleção brasileira do eixo Rio-São Paulo até o final das eliminatórias. O jogo contra o Paraguai, marcado para o Maracanã, no Rio, dia 15 de agosto, será disputado na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, atendendo a um pedido do técnico Luiz Felipe Scolari. A partida seguinte em casa, contra o Chile, dia 6 de outubro, passará do Rio provavelmente para Curitiba (o Estado de Santa Catarina tem remotas chances). O último jogo da seleção brasileira nas eliminatórias, contra a Venezuela, passa do Morumbi para uma capital do norte do país, provavelmente São Luís, no Maranhão. As cidades de Belém, no Pará, e Manaus, no Amazonas, também se candidataram a receber a partida.De acordo com uma fonte ligada à CBF, o presidente da entidade, Ricardo Teixeira, acertou as transferências com os presidentes das federações paraguaia, chilena e venezuelana durante a reunião de dirigentes sul-americanos em Buenos Aires.O argumento utilizado por Teixeira para convencer os dirigentes foi o de que as cidades de São Paulo e Rio estão submetidas ao plano de racionamento de energia elétrica. A verdade, porém, é que a CBF pretende transferir para a seleção o prestígio que Luiz Felipe Scolari desfruta principalmente no sul do país.Um dos objetivos de Ricardo Teixeira na reunião com dirigentes sul-americanos, no entanto, não foi alcançado. A CBF queria tirar o jogo com a Bolívia, dia 7 de novembro, da altitude de La Paz (3.625 metros). Os bolivianos não concordaram. O jogo contra a Bolívia é fundamental para o Brasil nas eliminatórias. A seleção brasileira é quarta colocada nas eliminatórias, com 21 pontos, atrás de Argentina (32), Paraguai (26) e Equador (25).O Uruguai também tem 21 pontos, mas perde para o Brasil no saldo de gols. O outro jogo da seleção brasileira fora de casa, pelas eliminatórias, é contra a Argentina, dia 5 de setembro, em Buenos Aires. Apenas quatro seleções classificam-se para a Copa do Mundo do Jaoão e da Coréia, no próximo ano. O quinto colocado disputará uma vaga na repescagem com a seleção da Austrália.Paraguai - O técnico do Paraguai, o uruguaio Sérgio Markaríán, avisa que a seleção paraguaia vem para "surpreender" a seleção brasileira. Seu objetivo é conquistar os três pontos no Rio Grande do Sul e praticamente garantir a classificação para a Copa. "Eu perferiria enfrentar um Brasil mais relaxado que desesperado, mas queremos a vitória." A Copa América, que começa quarta-feira, éstá sendo encarada pelo treinador apenas como preparativo para as eliminatórias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.