Seleção é fria com os torcedores

A seleção exercitou-se hoje pela primeira vez no moderno Centro de Treinamento do Kashima Antlers, clube treinado por Toninho Cerezo e que tem Zico em seu quadro de diretores. No local, a equipe foi recebida por oito torcedores japoneses, com bandeiras do Brasil e uma faixa de boas vindas. As DJs Mayumi Otsuki, de 24 anos, e Nobuko Tanimoto, de 43 anos, estavam empolgadas na pequena arquibancada, mas não entendiam o motivo da apatia ou indelicadeza dos jogadores, que não respondiam aos acenos. Foi preciso uma curiosa intervenção de Leão para que os atletas, enfim, dessem atenção às moças. O fã clube para brasileiros que jogam no Kashima (o meia Bismarck e o zagueiro Fabiano) ou trabalham na comissão técnica do clube foi criado há 8 anos pelo comerciante Masatoshi Kyuzen, dono de uma loja de quimonos. "Oferecemos recentemente um bolo a Cerezo para festejar seu aniversário; é assim que tratamos os brasileiros, mas acho difícil uma aproximação com esse grupo que está aqui, nem podemos chegar perto deles", disse Kyuzen.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.