Seleção: Emerson dá a volta por cima

Num time com Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho e Kaká, o herói brasileiro no empate em 1 a 1 com o Uruguai, na quarta-feira, em Montevidéu, acabou sendo Emerson. Muito contestado no Brasil, onde é chamado de "brucutu" por parte da torcida e da imprensa, o volante da Juventus é idolatrado na Europa. Foi a contratação mais cara da temporada na Itália - 27 milhões (R$ 97,2 milhões), pagos à Roma - e agora está nos planos do Real Madrid.Com muita paciência, Emerson teve de responder, nos oito dias em que esteve com a Seleção Brasileira, várias vezes a mesma pergunta: "Você se sente incomodado com as críticas que recebe no Brasil?" Ele garante que não. "Não me importo com isso. Só tento fazer o meu trabalho da melhor forma possível."O volante comemorou bastante o gol marcado contra o Uruguai. Foi seu segundo jogo oficial pela Seleção após 15 meses sem ser sequer convocado. "Foi um gol importante, porque estávamos atrás no placar e esse ponto conquistado nos ajuda na luta pela classificação para a Copa na Alemanha."Emerson encarou com bom humor o fato de ter marcado o gol em posição de impedimento. "Nem fiquei sabendo na hora. Soube depois. Mas não tem problema. O importante foi o gol e o ponto conquistado."Com a suspensão do lateral-direito Cafu, Emerson pode voltar a ser o capitão da Seleção no jogo contra o Paraguai, dia 4 de junho, em local ainda indefinido. Emerson era para ser o capitão do time de Luiz Felipe Scolari na Copa do Mundo de 2002, mas se machucou na véspera da estréia e teve de ser cortado. O volante não gosta nem de lembrar do assunto. "Prefiro pensar só em coisas positivas."GALÁCTICO? - Emerson diz também que não está preocupado se será ou não capitão da Seleção Brasileira novamente. "Isso não depende de mim e, sinceramente, o meu objetivo maior é em ajudar a Seleção. Não importa como."Titular absoluto do time que mais conquistou títulos italianos, a Juventus, Emerson pode se tornar um "galáctico" na próxima temporada, juntando-se a Roberto Carlos e Ronaldo no Real Madrid.O clube espanhol voltou a mostrar interesse em sua contratação e deve procurar a Juventus nas próximas semanas, segundo o jornal Marca. O Real já havia tentado contratar Emerson no ano passado, mas perdeu a disputa para a Juventus.O jornal espanhol especula que a contratação de Emerson poderia estar condicionada à ida do técnico Fabio Capello, atualmente na própria Juventus, para o Real Madrid, em substituição ao brasileiro Vanderlei Luxemburgo.Capello e Emerson já trabalharam juntos na Roma, onde foram campeões italianos em 2001. O técnico italiano também já teve uma passagem recente pelo Real Madrid.Questionado sobre a possível transferência, Emerson se disse feliz pelo interesse do clube espanhol e afirmou que "todo jogador gostaria de atuar pelo Real Madrid, mas esse negócio deve ser tratado com a Juventus".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.