Seleção estará no casamento de Kaká

Aos 23 anos, Kaká, astro do Milan e da seleção brasileira, se casa hoje, às 19 horas, com a modelo Caroline Celico, de 18, na igreja Renascer em Cristo, na Avenida Lins de Vasconcelos, no Cambuci, que terá esquema especial de trânsito e segurança. São esperados entre 600 e 900 convidados. A recepção, depois da cerimônia, será no Hotel Hyatt. Apesar de todo o oba-oba criado ao redor do casal, Kaká e Caroline garantem: querem uma festa simples. Diogo Kotscho, assessor de imprensa e amigo do jogador, garante que Kaká e a noiva não querem nada grandioso. "Na verdade, criou-se uma expectativa por causa dos casamentos do Ronaldo com a (Daniela) Cicarelli e do Doda (cavaleiro brasileiro) com a Athina Onassis. Mas o caso do Kaká é diferente. Ele quer uma festa simples." SeleçãoEntre os convidados, os grandes nomes serão os companheiros de seleção brasileira. Quase todos devem comparecer. Incerta é a presença de Ronaldinho Gaúcho, que chegou ontem a Porto Alegre e não está animado para sair de casa, e Adriano, da Inter, que na quarta-feira desmaiou em campo depois de levar uma cabeçada. Adriano deixou ontem a Itália e deve chegar hoje ao Brasil. "Vou resolver. Se estiver bem, vou." Empolgado, Ronaldo, do Real Madrid, disse a amigos que encomendou um terno Armani para a celebração. A cor "é surpresa". O atacante deve chegar acompanhado da namorada, a modelo espanhola Raica Oliveira, que passará o Natal na casa do jogador. Também será do estilista italiano o terno de Kaká. A noiva vestirá Dior. São Paulo Foto/Arquivo/AESimples: o casal não quer badalação. Exigiu uma cerimônia sem ostentaçãoO noivo convidou amigos da época em que atuava no São Paulo, como Rogério Ceni, Júlio Baptista e Luís Fabiano, além do fisiologista Turíbio Leite. "Conheço o Kaká desde que ele tinha 15 anos. Na volta de Tóquio, todos falaram muito no casamento. Mas ainda nem comprei o presente", disse Turíbio. A festa, totalmente fechada para a imprensa, terá show da banda gospel Renascer Praise. Nos bastidores, comenta-se que a mãe de Caroline, Rosângela Lyra, queria liberar a entrada dos jornalistas, mas a família de Kaká teria vetado a idéia. DasluA lista de presentes ficou na requintada Daslu. O casal vai morar em um apartamento em Milão, onde Carol pretende fazer faculdade. "Apesar da correria, o Kaká não deixou de lado o casamento em nenhum momento.Ele está cuidando do apartamento e a toda hora fala pelo telefone com a Carol", disse Kotscho.

Agencia Estado,

23 de dezembro de 2005 | 07h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.