Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Seleção faz treino bem leve na véspera da decisão contra a Espanha

Jogadores começaram atividade com um rápido trabalho técnico e depois fizeram um 'rachão'

MATEUS SILVA ALVES - Enviado especial, Agência Estado

29 de junho de 2013 | 19h42

RIO - No início da noite deste sábado, a seleção brasileira fez sua última atividade antes da decisão da Copa das Confederações, neste domingo, contra a Espanha, no Maracanã. Foi o tradicional treino de reconhecimento do gramado, que não é exatamente um estranho para a equipe de Luiz Felipe Scolari, pois o Brasil jogou no remodelado estádio carioca há um mês, contra a Inglaterra.

O treinamento foi bastante leve. Os jogadores começaram a atividade com um rápido trabalho técnico e depois fizeram um "rachão". Apenas uma parte do gramado do Maracanã foi utilizada pela equipe, por ordem da Fifa. Isso incomoda bastante os integrantes da comissão técnica da seleção, que não gostam de treinar nos estádios da Copa das Confederações por causa desse tipo de restrição.

A estratégia da comissão técnica de poupar os jogadores de trabalhos pesados ficou evidente neste último treino antes da final. Felipão e seus companheiros acreditam que, no momento, mais importante do que treinar é descansar. Um exemplo: em seus quatro primeiros jogos na Copa das Confederações, a seleção fez na véspera um treinamento de jogadas de bolas paradas, como cobranças de faltas, escanteios e pênaltis. Desta vez, nem isso foi feito. A ordem era trabalhar o mínimo possível para que os jogadores cheguem descansados à partida contra a Espanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.