Seleção feminina faz primeiro amistoso

Com Milene Domingues escalada no banco de reservas e forçado a poupar algumas atletas, como a atacante Kátia Cilene, a seleção brasileira feminina de futebol realiza seu primeiro amistoso preparatório para os Jogos de Atenas, amanhã, contra o time masculino infantil do Fluminense, às 16 horas, na Granja Comary, em Teresópolis. Apesar de ter realizado somente dois coletivos, o técnico da equipe brasileira René Simões mostrou entusiasmo com o desempenho das jogadoras. "Elas estão muito bem e tenho trabalhado, principalmente, os passes rápidos e a maneira como se livrar de uma forte marcação", disse o técnico da seleção. "Nós precisamos aprender a parar de dar trombadas.Isso ocorre porque não temos uma visão de espaços sem a bola. Só jogamos olhando para a bola e quem tem que olhar a bola é o torcedor." Sem poder escalar Kátia Cilene e Pretinha, que sentem dores musculares e serão poupadas, o técnico da seleção disse ter ficado satisfeito com o desempenho das atletas no coletivo de hoje, onde as titulares venceram as reservas por 4 a 0. A volante Michelle também não poderá atuar, por causa de uma contusão no joelho esquerdo, a exemplo da meia Daniela, que sofreu um trauma dentário durante o treino de segunda-feira e ficará afastada do trabalho com bola por pelo menos três semanas. Diante dos problemas, Simões escalou a equipe para a partida contra o Fluminense com: Andréia; Simone, Juliana, Tânia e Rosana; Baiana, Renata Costa, Formiga, e Mônica; Cristiane e Kelly. Para o treinador, que ficará reunido com a seleção até o dia 28, em Teresópolis, o importante nesse período também será o de começar a formar um "banco de reservas" de atletas com nível de titulares. "O Bernardinho (técnico da seleção masculina de vôlei) tem doze titulares e não somente os seis que entram na quadra. E quero fazer isso aqui", contou Simões. "Vejo potencial para chegarmos a ter um time de titulares formado por, no mínimo, 18 jogadoras."

Agencia Estado,

17 de março de 2004 | 19h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.